Mercado abrirá em 8 hs
  • BOVESPA

    120.705,91
    +995,88 (+0,83%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.829,31
    +80,90 (+0,17%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,64
    -0,18 (-0,28%)
     
  • OURO

    1.823,10
    -0,90 (-0,05%)
     
  • BTC-USD

    49.134,70
    -1.321,54 (-2,62%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.348,46
    -39,44 (-2,84%)
     
  • S&P500

    4.112,50
    +49,46 (+1,22%)
     
  • DOW JONES

    34.021,45
    +433,79 (+1,29%)
     
  • FTSE

    6.963,33
    -41,30 (-0,59%)
     
  • HANG SENG

    27.981,51
    +262,84 (+0,95%)
     
  • NIKKEI

    28.053,51
    +605,50 (+2,21%)
     
  • NASDAQ

    13.176,00
    +75,75 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4143
    +0,0018 (+0,03%)
     

Ibovespa futuro recua com exterior em dia cheio de balanços e PIB dos EUA

Por Paula Arend Laier
·1 minuto de leitura

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa futuro com vencimento mais curto recuava na manhã desta quinta-feira, alinhado ao viés mais negativo no exterior e tendo uma série de resultados corporativos no radar, entre eles os de Bradesco e Vale.

Por volta de 09:20, o contrato do Ibovespa com vencimento em 12 de agosto perdia 0,57%, a 104.795 pontos.

Na véspera, o Ibovespa à vista fechou em alta de mais de 1% e acima dos 105 mil pontos pela primeira vez desde março.

Para o estrategista Dan Kawa, da TAG Investimentos, depois de uma quarta-feira de otimismo, os ativos de risco estão apresentando realização de lucros.

No exterior, o contrato futuro do norte-americano S&P 500 caía 0,2%, enquanto na Europa o FTSEurofirst 300 perdia 1,37%, com a temporada de balanços também sob os holofotes nos mercados europeu e norte-americano.

Nos Estados Unidos, também estão previstos dados do PIB do segundo trimestre, que devem confirmar que a pandemia de Covid-19 causou a maior contração econômica no país desde a Grande Depressão.