Mercado abrirá em 7 h 29 min
  • BOVESPA

    96.582,16
    +1.213,40 (+1,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    36.801,37
    -592,34 (-1,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    36,38
    +0,21 (+0,58%)
     
  • OURO

    1.875,70
    +7,70 (+0,41%)
     
  • BTC-USD

    13.423,31
    -63,92 (-0,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    263,20
    +20,52 (+8,46%)
     
  • S&P500

    3.310,11
    +39,08 (+1,19%)
     
  • DOW JONES

    26.659,11
    +139,16 (+0,52%)
     
  • FTSE

    5.581,75
    -1,05 (-0,02%)
     
  • HANG SENG

    24.580,22
    -6,38 (-0,03%)
     
  • NIKKEI

    23.193,46
    -138,48 (-0,59%)
     
  • NASDAQ

    11.209,50
    -133,25 (-1,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7537
    +0,0081 (+0,12%)
     

Ibovespa futuro recua com aversão a risco no exterior

Por Paula Arend Laier
·1 minuto de leitura

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa futuro recuava cerca de 1,5% na manhã desta segunda-feira, contaminado pela aversão a risco nos mercados globais, em meio a preocupações com a possibilidade de novos lockdowns por causa do aumento de casos de Covid-19, entre outros fatores.

Por volta de 09:25, o contrato do Ibovespa com vencimento em 14 de outubro perdia 1,47%, a 96.665 pontos.

Notícias de que alguns bancos no exterior movimentaram grandes somas de fundos supostamente ilícitos nas últimas duas décadas também adicionavam pressão às bolsas na Europa e futuros norte-americanos.

A semana no mercado acionário brasileiro também começa com vencimento de opções sobre ações, enquanto a cena corporativa inclui anúncio da CSN de que aprovou realização de IPO da sua unidade de mineração.