Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.552,44
    +12,61 (+0,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.669,25
    +467,44 (+1,22%)
     
  • PETROLEO CRU

    39,90
    -0,13 (-0,32%)
     
  • OURO

    1.924,30
    -5,20 (-0,27%)
     
  • BTC-USD

    12.794,26
    +1.737,25 (+15,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    255,73
    +10,84 (+4,43%)
     
  • S&P500

    3.435,56
    -7,56 (-0,22%)
     
  • DOW JONES

    28.210,82
    -97,97 (-0,35%)
     
  • FTSE

    5.776,50
    -112,72 (-1,91%)
     
  • HANG SENG

    24.754,42
    +184,88 (+0,75%)
     
  • NIKKEI

    23.639,46
    +72,42 (+0,31%)
     
  • NASDAQ

    11.621,25
    -70,00 (-0,60%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6510
    +0,0010 (+0,02%)
     

Ibovespa futuro oscila pouco com exterior no radar; CSN é destaque na safra de balanços

Por Paula Arend Laier
·1 minuto de leitura
.
.

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa futuro mostrava variações tímidas na manhã desta sexta-feira, em meio a um cenário misto no exterior, com alta em praças acionárias, mas fraqueza do petróleo, enquanto a temporada de balanços no país destaca o lucro bilionário da CSN.

Por volta de 09:45, o contrato do Ibovespa que vence em 16 de dezembro oscilava ao redor da estabilidade, a 99.090 pontos.

No exterior, o clima é apoiado por esperanças relacionadas a uma vacina contra o Covid-19, após a Pfizer afirmar que pode solicitar aprovação para o uso emergencial de sua candidata a vacina nos Estados Unidos em novembro.

Nos EUA, as vendas no varejo cresceram em 1,9% em setembro, superando as previsões de analistas de alta de 0,7%, conforme pesquisa Reuters.

A pauta brasileira, por sua vez, mostrou desaceleração na queda das vendas no varejo apuradas pelo ICVA pelo quinto mês consecutivo, com a queda real em 7,9% em setembro.

O último pregão da semana também marca a abertura da temporada de balanços de empresas do Ibovespa, com um resultado forte de CSN, que apurou Ebitda ajustado de 3,5 bilhões de reais no terceiro trimestre.