Mercado fechado

Ibovespa futuro mantém viés positivo com respaldo externo

Por Paula Arend Laier
·1 minuto de leitura

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa futuro buscava manter nesta quarta-feira o sinal positivo das últimas sessão, com o cenário externo favorecendo mais um pregão de ganhos no mercado acionário brasileiro, com resultados também sob os holofotes.

Por volta de 09:25, o contrato do Ibovespa que vence em 16 de dezembro subia 0,4%, a 105.270 pontos.

Na véspera, o Ibovespa fechou em alta pelo sexto pregão consecutivo, flertando com níveis pré-pandemia, com Petrobras e outras blue chips como Bradesco, Itaú Unibanco e Ambev entre os principais suportes.

Nesta quarta-feira, nos EUA, os futuros acionários avançavam com sinais de uma vacina para a Covid-19, com papéis de tecnologia também sinalizando uma recuperação após 'sell-off' recente.

Investidores do mercado brasileiro ainda repercutem nesta sessão os resultados como os de Carrefour Brasil, Braskem e BR Distribuidora, enquanto aguardam os números de JBS, Marfrig, CCR e Via Varejo, entre outros, após o fechamento.

Também no radar está o rebalanceamento dos índices MSCI Global Standard que entrará em vigor a partir de 1º de dezembro, e que no caso do MSCI Brazil incluiu as ações de Alpargatas, Bradespar e Totvs.

Em contrapartida, foram excluídos os papéis de Braskem, Cielo, Cogna, IRB Brasil e Porto Seguro. Para mais detalhes, clique aqui: (https://bit.ly/3neWYXA)