Mercado fechará em 3 h 16 min

Ibovespa fecha todo no azul em dia sem NY e com estreia do Brasil na Copa

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa fechou em forte alta nesta quinta-feira, com todas as ações no azul, em sessão marcada por liquidez reduzida diante de feriado nos Estados Unidos e estreia da seleção brasileira na Copa do Mundo.

Notícias de que o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva não será intervencionista na Petrobras, bem como de que o economista Pérsio Arida pode integrar o novo governo, serviram como argumento para investidores locais irem às compras.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa subiu 2,75%, a 111.831,16 pontos. Na máxima, chegou a 112.612,16 pontos.

O volume financeiro, porém, somou apenas 17,8 bilhões de reais, de uma média diária no mês de 38,8 bilhões. Pouco antes das 16h, quando começou a partida entre Brasil e Sérvia, o giro somava 14,56 bilhões de reais.

Desta vez, afirmou Luan Alves, analista da VG Research, os "ruídos políticos" tiveram um efeito positivo, e sem Wall Street como referência, o mercado brasileiro acabou sendo influenciado somente pelo noticiário doméstico.

Na capital federal, o senador Jean Paul Prates (PT-RN), integrante da equipe de transição, afirmou nesta quinta-feira, que o governo de Lula não será "intervencionista" na Petrobras, e mudanças na petrolífera serão feitas de forma gradual.

Mas ele também disse que "quem define política de preços de qualquer coisa no país, se vai intervir ou não, se vai ser livre ou não, se vai ser internacional ou não, é o governo".

Uma primeira reunião da equipe de transição do governo eleito com o presidente da Petrobras, Caio Paes de Andrade, será virtual e está agendada para a próxima segunda-feira, disse a empresa à Reuters.

E enquanto investidores aguardam o anúncio da equipe ministerial, agradou notícia da Agência Estado de que Arida poderia ocupar um cargo na Secretaria-Executiva da Fazenda ou comandar o Ministério do Planejamento.

Para o comando da Fazenda, por ora, cada vez mais o noticiário tem mostrado que Fernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo, desponta como favorito de Lula.

Na visão de Tiago Cunha, gestor de ações da Ace Capital, em uma sessão com menor liquidez, essas notícias, assim como a percepção de um cenário mais apertado para a aprovação da PEC da Transição, serviram como argumento para compras.

O Ibovespa veio de duas semanas de queda e até a véspera estava no zero a zero nesta semana.

Em relação à PEC da Transição, o senador Marcelo Castro (MDB-PI), relator-geral do Orçamento do próximo ano e que será o autor da proposta, afirmou à Reuters que texto será protocolado até a próxima terça-feira.

No exterior, o sinal positivo prevaleceu nas principais bolsas europeias, enquanto o mercado acionário norte-americano ficou fechado em razão do feriado do Dia de Ação de Graças.

DESTAQUES

- PETROBRAS PN avançou 3,46%, a 24,25 reais, amparada pelas declarações de Prates, conselheiro de Lula para petróleo e gás, de "não haverá atitude despótica" em relação à empresa e que o grupo que discute temas de energia e petróleo do novo governo tem conversado com bancos e investidores.

- AMERICANAS ON disparou 11,02%, a 11,18 reais, após fechar na véspera em uma mínima desde janeiro de 2017. No setor, MAGAZINE LUIZA ON saltou 6,51% e VIA ON valorizou-se 6,2%. Todos os papéis acumulam perdas relevantes em novembro.

- B3 ON subiu 5,59%, a 12,66 reais, reduzindo a perda no mês, que até a véspera alcançava cerca de 20%. Analistas do Citi cortaram projeções de lucro para a companhia nesta semana e reduziram o preço-alvo de 17 para 14 reais, mas reiteraram recomendação de "compra", citando perspectiva de longo prazo.

- VALE ON avançou 0,64%, a 81,45 reais, endossada pela alta dos futuros de minério de ferro na bolsa de Dalian, que quebraram uma sequência de três perdas consecutivas. O contrato mais negociado encerrou as negociações diurnas com alta de 1,3%, a 732 iuans (102,36 dólares) a tonelada.

- ITAÚ UNIBANCO PN fechou em alta de 3,58%, a 26,94 reais, e BRADESCO PN valorizou-se 2,02%, a 15,64 reais, reforçando o tom positivo do Ibovespa no dia, em que BANCO PAN PN capitaneou os ganhos do setor no Ibovespa, com acréscimo de 7%.