Mercado abrirá em 2 h 23 min
  • BOVESPA

    117.380,49
    -948,51 (-0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.126,51
    +442,96 (+0,99%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,79
    +0,02 (+0,04%)
     
  • OURO

    1.852,60
    -2,60 (-0,14%)
     
  • BTC-USD

    31.684,41
    -683,88 (-2,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    640,23
    -36,66 (-5,42%)
     
  • S&P500

    3.855,36
    +13,89 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    30.960,00
    -36,98 (-0,12%)
     
  • FTSE

    6.684,08
    +45,23 (+0,68%)
     
  • HANG SENG

    29.391,26
    -767,75 (-2,55%)
     
  • NIKKEI

    28.546,18
    -276,11 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    13.453,75
    -21,75 (-0,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6920
    +0,0558 (+0,84%)
     

Ibovespa fecha perto de 125 mil pontos em nova máxima; Hapvida e Intermédica disparam

·1 minuto de leitura
Sede da B3

SÃO PAULO (Reuters) - A elevada liquidez prevaleceu mais uma vez nesta sexta-feira nos mercados internacionais, inclusive na B3, cujo principal índice bateu nova máxima de fechamento, com as compras de ações desta vez concentradas em papeis ligados ao mercado doméstico.

O destaque corporativo foi o anúncio de que as empresas de saúde Havpida e Notre Dame Intermédica negociam uma fusão, o que provocou uma disparada das ações de ambas.

De acordo com dados preliminares, o Ibovespa subiu 2,09%, para fechar em 124.942,63 pontos, renovando o recorde de fechamento pelo segundo dia. Mais cedo, chegou a cravar 125.323,53, recorde intradia.

Na primeira semana de 2021, o indicador teve alta de cerca de 5%. O giro financeiro da sessão somou 39,47 bilhões de reais.

(Por Aluísio Alves)