Mercado fechado
  • BOVESPA

    130.207,96
    +766,93 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.029,54
    -256,92 (-0,50%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,27
    +0,39 (+0,55%)
     
  • OURO

    1.868,00
    +2,10 (+0,11%)
     
  • BTC-USD

    40.616,11
    +1.528,74 (+3,91%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.015,01
    +46,17 (+4,77%)
     
  • S&P500

    4.255,15
    +7,71 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.393,75
    -85,85 (-0,25%)
     
  • FTSE

    7.146,68
    +12,62 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,23 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    29.409,62
    +247,82 (+0,85%)
     
  • NASDAQ

    14.143,75
    +19,00 (+0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1443
    +0,0128 (+0,21%)
     

Ibovespa fecha em alta com disparada de Embraer e EUA no radar

·1 minuto de leitura
Bolsa de valores da São Paulo

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa fechou novamente com acréscimo discreto nesta quinta-feira, que teve como destaque o salto de 15% da Embraer após anúncio de que negocia a fusão de sua unidade de transporte aéreo urbano com uma empresa dos Estados Unidos.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa subiu 0,24%, a 130.222,26 pontos, de acordo com dados preliminares, tendo recuado à 129.525,89 pontos na mínima e avançado a 130.526,76 pontos na máxima. O volume financeiro no pregão somava 22 bilhões de reais.

A agenda norte-americana também ocupou as atenções de agentes financeiros, com um dado de inflação ao consumidor acima do esperado em maio, enquanto os pedidos de auxílio-desemprego semanais superaram um pouco as previsões.

(Por Paula Arend Laier)