Mercado fechado

Ibovespa fecha acima de 108 mil pontos com disparada de Petrobras

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa engatou a quinta alta seguida e fechou acima dos 108 mil pontos pela primeira vez em dois meses nesta segunda-feira, em movimento puxado pela disparada das ações da Petrobras, enquanto agentes financeiros esperam novos sinais sobre a Selic.

Índice de referência da bolsa brasileiro, o Ibovespa subiu 1,81%, a 108.402,27 pontos, perto da máxima da sessão. O volume financeiro totalizou 28,2 bilhões de reais.

Na terça-feira, o Banco Central divulgará a ata da última reunião do Copom, na semana passada, quando elevou a taxa básica de juros em 0,50 ponto percentual, a 13,75% ao ano, e disse que "avaliará a necessidade de um ajuste residual, de menor magnitude", em seu próximo encontro.

O documento ajudará a calibrar apostas sobre a atuação do BC - se ele já encerrou ou finalizará em breve o ciclo de alta de juros no Brasil. E para tal diagnóstico, agentes financeiros também terão no radar o IPCA de julho, previsto também para terça-feira, com previsão de mostrar deflação no mês.

De acordo com Fabrício Gonçalvez, presidente-executivo da Box Asset Management, Petrobras impulsionou o Ibovespa nesta sessão, mas a sinalização do Copom na semana passada de um possível fim do ciclo da alta de juros tem movimentado bastante as ações de consumo, como se observou novamente nesta sessão.

Os principais índices de Wall Street tiveram variações discretas e sem um sinal único, com agentes financeiros na expectativa de um dado de inflação ao consumidor nos EUA na quarta-feira, após números fortes do mercado de trabalho referentes a julho.

DESTAQUES

- PETROBRAS PN disparou 5,05%, a 36,63 reais, renovando máxima histórica intradia a 36,77 reais. De acordo com operadores, parte do movimento está atrelado a operações mirando o dividendo expressivo anunciado pela estatal no fim de julho, de 87,8 bilhões de reais, que será pago apenas aqueles com ações da estatal no dia 11. Desde o anúncio, no último dia 28, a ação já subiu 16,8%. Ajudando no avanço dos papéis, o petróleo Brent fechou em alta de 1,82%.

- BANCO DO BRASIL ON subiu 3,15%, a 38,98 reais, após resultado trimestral forte da BB Seguridade. A empresa que concentra as participações do banco em seguros e previdência e divulgou salto de quase 87% no lucro do segundo trimestre e elevou previsão de resultado operacional de 2022. A seguradora ainda anunciou 1,036 real por ação em dividendos referentes ao primeiro semestre. BB SEGURIDADE ON avançou 3,55%, a 29,49 reais.

- ITAÚ UNIBANCO PN teve alta de 1,24%, a 25,24 reais, antes da divulgação do resultado do segundo trimestre, previsto para esta noite. Analistas esperam um lucro líquido de 7,487 bilhões de reais, segundo projeções compiladas pela Refinitiv. Analistas do Safra avaliam que o banco deve apresentar um resultado positivo, seguindo as tendências do trimestre anterior, principalmente na expansão da carteira e crescimento de margem financeira (NII) com clientes.

- BANCO PAN PN caiu 1,49%, a 7,28 reais, após queda no lucro do segundo trimestre ante mesmo período de 2021, com aumento da inadimplência. Em teleconferência, executivos do banco controlado pelo BTG Pactual afirmaram que esperam melhora da inadimplência em 2023 e que o Pan tem sido conservador na emissão e nos limites de cartões de crédito. BTG PACTUAL UNIT - que divulga balanço na terça-feira, antes da abertura - avançou 0,89%, a 24,86 reais

- HAPVIDA ON valorizou-se 5,89%, a 6,83 reais, em sessão de forte alta das ações do setor de saúde. Analistas do Bradesco BBI chamaram a atenção para dados da ANS sobre novas adições em planos de saúde do país, destacando o desempenho de Hapvida. Eles avaliaram que o setor continua a crescer em ritmo forte, seguindo o mercado de trabalho. Entre outras ações de saúde, REDE D'OR ON e SULAMÉRICA UNIT avançaram 6,61% e 6,47%, respectivamente. QUALICORP ON fechou com variação positiva de 0,09%.

- AZUL PN subiu 6,12%, a 14,22 reais, em meio a dados mostrando alta de 34% na demanda por seus voos em julho ante um ano antes, enquanto a oferta avançou 33,1%. A sessão ainda contou com declínio do dólar em relação ao real. GOL PN valorizou-se 6,41%, a 10,62 reais.

- ELETROBRAS ON avançou 0,33%, a 48,29 reais, após o novo conselho de administração da elétrica eleger na sexta-feira o ex-presidente-executivo Wilson Ferreira Júnior para retornar ao cargo. Ferreira assumirá a posição em 20 de setembro.

- JBS ON caiu 3,64%, a 29,95 reais, tendo de pano de fundo resultado trimestral da rival Tyson Foods no segundo trimestre, com receita acima do esperado, mas lucro aquém das expectativas, o que determinou queda de 8,4% dos papéis da companhia nos Estados Unidos.

- LOCAWEB ON cedeu 2,35%, a 8,71 reais, em dia de realização de lucros, após disparar 31,8% semana passada.

Para ver as maiores altas do Ibovespa, clique em

Para ver as maiores baixas do Ibovespa, clique em

(Por Paula Arend Laier)