Mercado fechará em 2 h 31 min
  • BOVESPA

    107.198,48
    -1.252,73 (-1,16%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.475,55
    +33,34 (+0,07%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,48
    +0,33 (+0,40%)
     
  • OURO

    1.668,80
    -1,20 (-0,07%)
     
  • BTC-USD

    19.445,42
    -113,82 (-0,58%)
     
  • CMC Crypto 200

    444,22
    -1,76 (-0,40%)
     
  • S&P500

    3.631,44
    -87,60 (-2,36%)
     
  • DOW JONES

    29.144,07
    -539,67 (-1,82%)
     
  • FTSE

    6.881,59
    -123,80 (-1,77%)
     
  • HANG SENG

    17.165,87
    -85,01 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    26.422,05
    +248,07 (+0,95%)
     
  • NASDAQ

    11.185,75
    -370,00 (-3,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2714
    +0,0388 (+0,74%)
     

Ibovespa fecha abaixo de 110 mil pontos com queda de bancos, mas avança em agosto

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa fechou em baixa nesta quarta-feira, com a queda de papéis de bancos ofuscando o desempenho das ações da Petrobras, em sessão também marcada por realização de lucros conforme agosto terminou com o segundo maior ganho mensal do ano.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa caiu 0,82%, a 109.522,88 pontos, terminando na mínima do pregão. Na máxima, mais cedo, chegou a subir a 111.364,05 pontos

Wall Street corroborou o movimento negativo no pregão brasileiro, com o S&P 500 caindo 0,78%, em meio à persistência das preocupações com aumentos agressivos das taxas de juros pelo Federal Reserve (Fed).

Na visão do analista Leandro De Checchi, da Clear Corretora, as bolsas globais continuam enfraquecidas pela sinalização do Fed na semana passada, de que os Estados Unidos precisarão de uma política monetária apertada "por algum tempo".

"O mercado segue atento aos sinais de inflação e atividade econômica, ponderando a tomada de risco em busca de oportunidades que possam ter ficado para trás", afirmou ele, chamando a atenção para a divulgação do PIB no Brasil na quinta-feira e dos dados do mercado de trabalho nos EUA na sexta-feira.

No mês, o Ibovespa subiu 6,16%, embalado em parte pela recuperação do fluxo de capital externo para a bolsa paulista, embora não esteja claro se o ritmo dessas entradas se manterá diante de incertezas externas.

Dados da B3 mostravam que, até o dia 29, as compras de estrangeiros superavam as saídas em quase 18 bilhões de reais no mercado secundário de ações brasileiro.

DESTAQUES

- ITAÚ UNIBANCO PN caiu 2,53%, a 25,81 reais, e BRADESCO PN recuou 2,52%, a 18,96 reais, com o viés negativo em Wall Street abrindo espaço para alguma correção. Ainda assim, os papéis fecharam com avanços de 10,6% e 8,9% no mês. BANCO DO BRASIL ON perdeu 1,51% no dia, mas fechou agosto com alta de 18,1%.

- MAGAZINE LUIZA ON encerrou em baixa de 5,32%, a 4,27 reais, sofrendo com realização de lucros, dado que, no mês contabilizou uma alta de 65,5%. No setor, AMERICANAS ON cedeu 4,11% e VIA ON caiu 0,62% no dia. No mês, essas ações avançaram 16,71% e 34,17%, respectivamente.

- PETROBRAS PN subiu 2,47%, a 33,23 reais, recuperando-se após forte perda na véspera, apesar de mais uma sessão de recuo dos preços do petróleo no exterior. Em agosto, o papel da estatal contabilizou alta de 19,5%. No exterior, o Brent, contrato de petróleo usado como referência pela companhia, caiu 2,8%.

- EDP BRASIL ON avançou 2,39%, a 22,69 reais, após assinar contrato de venda da Usina Hidrelétrica Mascarenhas, localizada no Espírito Santo, para a britânica Victory Hill Global Sustainable Energy Opportunities por valor estimado de 1,225 bilhão de reais.

- VALE ON recuou 0,72%, a 64,5 reais, na quarta queda seguida, encerrando o mês com declínio de 2,73%. Na China, o minério de ferro caiu na bolsa de Dalian nesta quarta-feira, marcando sua terceira queda mensal consecutiva, após pesquisa mostrar uma contração na atividade fabril na China.

- IRB BRASIL ON cedeu 4,65%, a 1,64 real, na mínima histórica. A resseguradora definirá na quinta-feira preço por ação de um follow-on bilionário. O IRB também fez acordo extrajudicial com os donos do Casashopping, por meio do qual receberá 100 milhões de reais.

- ESPAÇOLASER ON despencou 17,92%, a 1,97 real, pior desempenho do Small Caps, após aprovar um aumento de capital entre 85 milhões e 225 milhões de reais por meio de subscrição privada, com preço da emissão de 1,92 real por ação.

(Edição de André Romani)