Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    61.342,90
    +3.978,67 (+6,94%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Ibovespa ensaia recuperação após fortes perdas na véspera

·1 minuto de leitura
Sede B3

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice brasileiro de ações subia nos primeiros negócios desta quarta-feira, em linha com as praças globais, com investidores de olho em movimentos do governo chinês para evitar uma desaceleração econômica mais forte e nas negociações para evitar travar o Orçamento do governo Estados Unidos.

Às 10:07, o Ibovespa mostrava alta de 0,35%, aos 110.512 pontos. Na terça-feira, o índice teve baixa de 3%.

"A aversão ao risco perde força e mercados ensaiam recuperação nesta quarta-feira", afirmou a equipe de análise econômica do Bradesco, em relatório a clientes.

Segundo profissionais do mercado, as atenções estarão voltadas para discurso do chair do Federal Reserve, Jerome Powell, e para o impasse em torno da elevação do teto da dívida norte-americana. Na China, o mote é a injeção de 15 bilhões de dólares no sistema financeiro através de operações de recompra reversa para evitar contaminação de uma crise imobiliária.

(Por Aluísio Alves)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos