Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,32 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,82 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,88
    -2,46 (-2,61%)
     
  • OURO

    1.818,90
    +11,70 (+0,65%)
     
  • BTC-USD

    24.421,15
    +712,68 (+3,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    574,64
    +3,36 (+0,59%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,38 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.500,89
    +34,98 (+0,47%)
     
  • HANG SENG

    20.175,62
    +93,19 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    28.546,98
    +727,65 (+2,62%)
     
  • NASDAQ

    13.580,00
    +268,75 (+2,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2024
    -0,1213 (-2,28%)
     

Ibovespa ensaia melhora com trégua externa

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa ensaiava uma melhora nos primeiros negócios desta sexta-feira, após renovar mínimas desde 2020 na véspera, acompanhando nesta sessão o tom mais positivo no exterior, em sessão marcada pelo vencimento de opções sobre ações na B3.

Às 10:09, o Ibovespa subia 0,11 %, a 96.225,11 pontos.

No mesmo horário, o contrato futuro do Ibovespa com vencimento mais curto, em 17 de agosto, tinha elevação de 0,21%, a 97.090 pontos.

Na véspera, o principal índice da bolsa paulista fechou em baixa de 1,8%, a 96.120,85 pontos, pressionado pela queda de ações ligadas a commodities diante da perspectiva de altas mais rápidas de juros nas principais economias do mundo.

(Por Paula Arend Laier; edição de André Romani)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos