Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.541,95
    -1.079,62 (-1,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.524,45
    -537,16 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    105,83
    +0,07 (+0,07%)
     
  • OURO

    1.806,10
    -1,20 (-0,07%)
     
  • BTC-USD

    18.890,51
    -1.323,99 (-6,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,82
    -26,65 (-6,18%)
     
  • S&P500

    3.785,38
    -33,45 (-0,88%)
     
  • DOW JONES

    30.775,43
    -253,88 (-0,82%)
     
  • FTSE

    7.169,28
    -143,04 (-1,96%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    26.393,04
    -411,56 (-1,54%)
     
  • NASDAQ

    11.500,50
    -29,00 (-0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5056
    +0,0950 (+1,76%)
     

Ibovespa engata 6ª queda seguida com apreensão sobre juros nos EUA e perde 5% na semana

Sede da B3

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa fechou em queda nesta sexta-feira, pressionado por preocupações sobre os próximos passos do banco central norte-americano, enquanto Eletrobras recuou após precificar oferta de ações que privatiza a maior empresa de geração e transmissão de energia da América Latina.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa caiu 1,51%, a 105.481,23 pontos, na sexta queda seguida. No pior momento, chegou a 104.647,59 pontos. Na semana, contabilizou perda de 5,06%. O volume financeiro nesta sexta-feira no pregão somou cerca de 30 bilhões de reais.

O Departamento do Trabalho dos EUA divulgou pela manhã que o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) subiu 1% no mês passado, acelerando frente ao avanço de 0,3% em abril e superou previsões no mercado, de alta de 0,7%.

A notícia pressionou os mercados de forma generalizada, dado o risco de o Federal Reserve precisar manter o ritmo de aperto monetário até setembro para combater a inflação. Em Nova York, o S&P 500 fechou em baixa de 2,91%, enquanto o Nasdaq Composite caiu 3,52%. O Dow Jones cedeu 2,73%.

Segundo Régis Chinchila, analista da Terra Investimentos, os dados elevaram os receios de que os esforços do Fed para controlar os preços levarão a economia a uma recessão. "A perspectiva não é favorável", afirmou.

Desde março, o Fed já elevou a taxa básica em 0,75 ponto percentual e a expectativa antes dos dados do CPI é de que ele faça ao menos mais um aumento de 0,50 ponto na próxima semana e mais 0,5 ponto em julho.

DESTAQUES

- ELETROBRAS PNB caiu 6,59% e ELETROBRAS ON perdeu 4,74%, a 41 reais, após a companhia precificar sua oferta de ações ON para privatização, a 42 reais cada, movimentando 29,29 bilhões de reais, na segunda maior operação do tipo do mundo este ano.

- AMERICANAS ON caiu 10,63%, no menor fechamento desde agosto de 2017, a 15,22 reais, em outro dia de fortes perdas no setor, apesar de as vendas no varejo no Brasil crescerem acima do esperado em abril. MAGAZINE LUIZA ON cedeu 3,65% e VIA ON caiu 2,75%.

- BANCO INTER UNIT perdeu 6,87%, com o pior desempenho entre bancos no Ibovespa. BRADESCO PN recuou 1,49% e ITAÚ UNIBANCO PN cedeu 2,19%.

- VALE ON terminou com variação positiva de 0,02%, afastando-se das mínimas da sessão, apesar de nova queda dos preços do minério de ferro na Ásia, em meio a preocupações com a demanda pelo produto na China, onde novos alertas de Covid-19 ameaçam atrapalhar a reabertura da economia.

- PETROBRAS PN caiu 1,4%, em sessão de baixa do petróleo no exterior, tendo no radar indicações do governo para o comando da companhia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos