Mercado fechado

Ibovespa engata 3ª alta e fecha acima de 100 mil pontos com ajuda de Wall St

Por Paula Arend Laier
·4 minuto de leitura
.
.

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa recuperou os 100 mil pontos nesta quinta-feira, seguindo mais uma sessão de fortes ganhos em Wall Street, em meio a expectativas relacionadas às eleições nos EUA, com a temporada de balanços no país também na mira.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa fechou em alta de 2,95%, a 100.751,40 pontos, no terceiro pregão seguido de alta, acumulando na semana elevação de 7,2%.

O volume financeiro na bolsa somou 29,6 bilhões de reais.

Em Nova York, o S&P 500 subiu 1,9%, com apostas de que republicanos continuarão no controle do Senado, reduzindo chances de mudanças políticas que afetem grandes empresas conforme Joe Biden segue na liderança da corrida presidencial.

Na visão do sócio da Acqua Investimento Bruno Musa, parece que o mercado vem entendendo que se Biden vencer o republicano Donald Trump, mas o senado continuar com maioria republicana, não haverá grandes mudanças na economia.

A percepção, segundo ele, é que Biden teria dificuldade de aprovar pautas como aumento de impostos corporativos, ou pacotes de ajuda trilionários sem ter obstáculos. Um senado republicano seria esse obstáculo", afirmou.

Acompanhe o mapa interativo, em tempo real, produzido pela Reuters, para monitorar o resultado das eleições norte-americanas:

https://graphics.reuters.com/USA-ELECTION/RESULTS-LIVE-US/yzdvxakdlpx/media-embed.html

Ainda nos EUA, o Federal Reserve manteve sua política monetária de afrouxamento intacta nesta quinta-feira e se comprometeu novamente a fazer o que puder nos próximos meses para sustentar uma recuperação norte-americana.

DESTAQUES

- ULTRAPAR ON disparou 15,09%, após resultado acima das previsões de analistas no terceiro trimestre, com o grupo multissetorial se beneficiando da gradual retomada da economia brasileira dos efeitos da pandemia de coronavírus. Também com atuação no setor de combustível, COSAN ON avançou 10,12%.

- GOL PN valorizou-se 9,89%, após dados de tráfego mostrando recuperação na demanda de voos domésticos pela companhia em outubro ante setembro, com alta de 34%. A ação também foi ajudada pela queda do dólar em relação ao real. No setor, AZUL PN avançou 9,5%.

- ECORODOVIAS ON saltou 8,7%, em meio à repercussão do balanço do terceiro trimestre, mostrando que o tráfego nas estradas sob concessão da administradora se recuperou gradualmente. Para o Bradesco BBI, a Ecorodovias deve estar bem posicionada para obter concessões de novos projetos em 2021, bem como a resolução de reequilíbrios econômicos para as concessões paulistas poderia desbloquear cerca de 7,8 reais por ação. CCR ON subiu 8,82%.

- FLEURY ON ganhou 6,73%, tendo de pano de fundo anúncio do grupo de medicina diagnóstica de formação de um fundo de 200 milhões de reais em parceria com a rival Sabin para investir em startups de saúde.

- BANCO DO BRASIL ON subiu 1,22%, mesmo após queda no lucro do terceiro trimestre, com reserva de mais 2 bilhões de reais para potenciais perdas com calores decorrentes da crise do coronavírus. Em teleconferência, o presidente André Brandão afirmou que o BB pretende crescer em linhas de crédito mais arriscadas, como empréstimos pessoais, para aumentar a rentabilidade.

- ITAÚ UNIBANCO PN fechou em alta de 2,36%, ainda embalada pelas expectativas relacionadas aos planos do banco envolvendo a sua participação na XP. BRADESCO PN avançou 1,55%.

- CSN ON caiu 2,15%, destoando de papéis do setor, em meio a ruídos envolvendo o IPO de sua unidade de mineração. Em comunicado, a companhia disse que "segue comprometida com a oferta pública de ações da CSN Mineração...em seu cronograma original, observando unicamente as condições de mercado adequadas para sua realização". No setor de mineração e siderurgia, VALE ON subiu 1,58%.

- PETROBRAS PN fechou com acréscimo de 0,86%, mesmo com a fraqueza dos preços do petróleo no exterior, onde o Brent fechou em baixa de 0,73%.

- MERCADO LIVRE, que tem ações negociadas em Nova York, disparou 9,28%, para o recorde de fechamento de 1.437,80 dólares, uma vez que a escalada dos negócios online a reboque da pandemia levou o maior portal de comércio eletrônico da América Latina a novos recordes operacionais no terceiro trimestre. No Brasil, VIA VAREJO ON avançou 5,87%, MAGAZINE LUIZA ON subiu 4,81% e B2W ON fechou em alta de 3,75%.

- MÉLIUZ ON caiu 6,5%, a 9,35 reais, em sua estreia na B3, após a gestora de programas de fidelidade e cashback precificar na última terça-feira sua oferta inicial de ações (IPO) a 10 reais por papel, no piso da faixa estimada pelos coordenadores, que ia até 12,50 reais por papel. No pior momento do pregão, a cotação chegou a 9,28 reais.

(Edição de Aluísio Alves)