Mercado fechado

Ibovespa encerra em alta e chega aos 119 mil pontos

Giovanna Almeida
Ibovespa encerra em alta e chega aos 119 mil pontos

O Ibovespa encerrou, nesta quinta-feira (23), em alta de 0,96%, a 119.527,63 pontos. A pontuação registrada pelo índice acionário corresponde a uma nova máxima histórica.

Os papéis do Banco do Brasil (BBAS3) estiveram entre as maiores altas do dia após uma pesquisa indicar que o banco é a nona empresa mais sustentável do mundo. Além disso, confira quais foram as notícias que movimentaram o mercado e contribuíram para a variação positiva do Ibovespa:

  • Oi (OIBR3) opera em alta na bolsa após notícia de venda de participação na Unitel;
  • Bradesco (BBDC4) capta US$ 1,6 bilhão com emissão de títulos no exterior;
  • Eletrobras (ELET6) anuncia emissão de títulos no exterior que pode chegar a US$ 1,75 bi;

Banco do Brasil é 9ª empresa mais sustentável do mundo

O Banco do Brasil foi nomeada a nona empresa mais sustentável do mundo, segundo a empresa canadense Corporate Knights.

Saiba mais: Banco do Brasil é a 9ª empresa mais sustentável do mundo, diz pesquisa

A pesquisa que trouxe o BB como uma das mais sustentáveis foi divulgado em Davos, na Suíça, durante o Fórum Econômico Mundial. O evento reúne as principais figura político econômicas e empresariais de todo o mundo. O tema em discussão nesta edição é sobre o desenvolvimento econômico sustentável.

O ranking Global 100 lista as 100 grandes corporações mais sustentáveis do planeta. 7.395 empresas, todas com receita anual de mais de US$ 1 bilhão (R$ 4,17 bilhões) por ano, foram avaliadas pela companhia canadense.

Bradesco capta US$ 1,6 bi com emissão de títulos

O Bradesco captou US$ 1,6 bilhão (R$ 6,6 bilhões na cotação atual) por meio de uma emissão de títulos no exterior. A instituição bancária emitiu US$ 800 milhões na tranche de três anos, com yield de 2,85%, e mais US$ 800 milhões com o prazo de cinco anos, com yield de 3,20%.

Saiba mais: Bradesco capta US$ 1,6 bilhão com emissão de títulos no exterior

A agência de classificação de risco Moody’s, semanas atrás, atribuiu o rating “Ba2” para a emissão do Bradesco, realizada por meio da subsidiária do banco nas Ilhas Cayman. As informações foram divulgadas primeiramente pelo jornal "Valor Econômico".

Na última semana, o Itaú (ITUB4) emitiu US$ 1,5 bilhão (R$ 6,27 bilhões) em um bônus também fatiado em duas tranches, de três e cinco anos. O prazo mais curto saiu com yield de 2,9% e o mais longo, proporciona o retorno de 3,250%.

Oi opera em alta

A Oi apresentou uma forte valorização na B3 nesta quinta-feira. No fechamento do pregão, as ações registraram alta de 10,20%, a R$ 1,08.

Saiba mais: Oi opera em alta na bolsa após notícia de venda de participação na Unitel

O crescimento nos papéis ocorreu depois que uma notícia sobre a venda da participação da empresa brasileira na Unitel, por US$ 1 bilhão, foi veiculada no jornal "O Globo".

A Oi teria firmado a venda de sua participação de 25% na angolana Unitel por aproximadamente US$ 1 bilhão (R$ 4,17 bilhões na cotação atual).

Emissão de títulos da Eletrobras

A Eletrobras informou que iniciou o processo de emissão de títulos de dívida no mercado internacional com valor que pode chegar a US$ 1,75 bilhão (R$ 7,32 bilhões), segundo o fato relevante divulgado pela companhia.

Saiba mais: Eletrobras anuncia emissão de títulos no exterior que pode chegar a US$ 1,75 bi

De acordo com a Eletrobras, os títulos possuem vencimentos em cinco anos (denominados “Notes 2025”) e em dez anos (denominados “Notes 2030”), somando que os cupons serão definidos seguindo a demanda de mercado. Os bancos participantes serão:

  • Goldman Sachs
  • Itaú BBA
  • Santander

Ademais, a Eletrobras também anunciou uma oferta de aquisição dos títulos emitidos pela companhia no mercado externo com vencimento no ano que vem, chamadas de “Notes 2021”, que têm um cupom de 5,75%.

Última cotação do Ibovespa

Na última sessão, quarta-feira (24), o Ibovespa encerrou em alta de 1,17%, a 118.391,36 pontos.