Mercado abrirá em 7 h 10 min
  • BOVESPA

    96.582,16
    +1.213,40 (+1,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    36.801,37
    -592,34 (-1,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    36,29
    +0,12 (+0,33%)
     
  • OURO

    1.875,60
    +7,60 (+0,41%)
     
  • BTC-USD

    13.436,81
    -50,42 (-0,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    262,98
    +20,31 (+8,37%)
     
  • S&P500

    3.310,11
    +39,08 (+1,19%)
     
  • DOW JONES

    26.659,11
    +139,16 (+0,52%)
     
  • FTSE

    5.581,75
    -1,05 (-0,02%)
     
  • HANG SENG

    24.580,22
    -6,38 (-0,03%)
     
  • NIKKEI

    23.183,83
    -148,11 (-0,63%)
     
  • NASDAQ

    11.203,00
    -139,75 (-1,23%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7511
    +0,0055 (+0,08%)
     

Ibovespa tem sessão volátil antes de feriado

Marcelle Gutierrez
·2 minutos de leitura

Risco fiscal e queda das ações da Petrobras têm impacto nos negócios Após um início de pregão em baixa, o Ibovespa inverteu sinal passou para o campo positivo no fim da manhã desta sexta-feira. O movimento não foi duradouro e a Bolsa voltou a registrar queda nesta tarde. Risco fiscal e recuo das ações da Petrobras influeciam no clima dos negócios. Vale lembrar que na segunda-feira é feriado tanto no Brasil - Dia de Nossa Senhora Aparecida -, como nos Estados Unidos - Dia de Colombo, o que deixa os investidores mais cautelosos para tomar risco. Às 14 horas, o Ibovespa recuava 0,20%, aos 97.678 pontos. O volume financeiro totalizava R$ 13,8 bilhões, considerado forte para o horário e com projeção de atingir R$ 25,4 bilhões até o fim do dia. Com isso, a Bolsa paulista volta a destoar do andamento dos mercados em Nova York, onde o dia é de ganhos na expectativa de um pacote de ajuda governamental para empresas e famílias atingidas pela covid-19. As ações de bancos também oscilam entre altas e baixas. Às 14 horas, Banco do Brasil ON perdia 0,51%, Bradesco ON (-0,10%) e Itaú Unibanco PN (-0,08%), mas Santander units subia 2,37%. Já Petrobras ON e PN seguem em baixa, de 2,53% e 2,20%, com novo recuo nos preços futuros do petróleo. Raphael Guimarães, operador da Fatorial Investimentos, explica que as petroleiras enfrentam dificuldade em todo o mundo com a retomada dos preços do petróleo. Hoje ainda, segundo ele, há outra notícia importante para a companhia e que indica o risco político. Segundo publicado pelo Valor, a Petrobras tenta desbloquear na Justiça uma conta de R$ 600 milhões em torno de recursos com a distribuidora amazonense de gás natural, a Cigás. No radar macroeconômico, o IBGE informou que o IPCA de setembro subiu 0,64%, acima da mediana das projeções do Valor Data de alta de 0,54%. A inflação é um dos fatores determinantes para o Banco Central manter ou não a Selic em um patamar baixo. Em relatório, a equipe macro da Genial Investimentos afirma que o aumento é por fatores específicos, como alimentos. “Na medida que o aumento de preços de alimentação não resultar em repasses de preços para outros grupos, como serviços e núcleos, essa alta recente no índice cheio não deve ser motivo de preocupação para o Banco Central (BCB)”, afirmam. Silvia Zamboni/Valor