Mercado fechado

Ibovespa destoa do exterior e bate recorde puxado por bancos

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 09.05.2015: Gráfico das recentes flutuações dos índices de mercado no pregão da BM & F Bovespa Bolsa de Valores de São Paulo.(Foto: Diego Padgurschi/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Bolsa brasileira subiu 0,96% nesta quinta-feira (23) e foi a 119.527 pontos, nova máxima histórica. Uma das maiores altas do índice foi do Banco do Brasil, que subiu 5,6%, a R$ 57,48. As ações da companhia se valorizaram após reportagem do jornal Valor Econômico noticiar que o banco está investindo em tecnologia, com compras e parcerias com fintechs. O setor também se beneficiou após relatório favorável do Santander. Itaú e Bradesco tiveram altas superiores a 2%.

No exterior, Bolsas americanas fecharam perto da estabilidade, Europa teve queda e o índice chinês CSI 300, que reúne as Bolsas de Xangai e Shenzhen, caiu 3% devido a preocupação com o coronavírus.