Mercado abrirá em 4 h 30 min
  • BOVESPA

    108.402,27
    +1.930,27 (+1,81%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.354,86
    +631,46 (+1,35%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,41
    -1,35 (-1,49%)
     
  • OURO

    1.808,10
    +2,90 (+0,16%)
     
  • BTC-USD

    23.825,79
    -41,93 (-0,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    556,34
    +13,47 (+2,48%)
     
  • S&P500

    4.140,06
    -5,13 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    32.832,54
    +29,04 (+0,09%)
     
  • FTSE

    7.482,73
    +0,36 (+0,00%)
     
  • HANG SENG

    20.003,44
    -42,33 (-0,21%)
     
  • NIKKEI

    27.999,96
    -249,28 (-0,88%)
     
  • NASDAQ

    13.184,00
    +0,75 (+0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2164
    +0,0070 (+0,13%)
     

Ibovespa avança na abertura com aval externo

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa avançava nos primeiros negócios desta segunda-feira, acompanhando o tom mais positivo em praças acionárias no exterior, com relativo alívio nas preocupações sobre um aperto monetário muito forte nos Estado Unido, bem como medidas voltadas para o mercado imobiliários na China.

No Brasil, a pauta mostrou desaceleração na inflação medida pelo Índice Geral de Preços-10 (IGP-10), que subiu 0,60% em julho, contra 0,74% no mês anterior, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta segunda-feira. No entanto, o dado ficou acima da expectativa de economistas, de 0,46%.

Às 10:08, o Ibovespa subia 1,01%, a 97.530,78 pontos.

(Por Paula Arend Laier)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos