Mercado fechará em 2 h 45 min

Ibovespa avança com bom humor global à espera de dado de inflação nos EUA

Bolsa de Valores B3

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O sinal positivo prevalecia na bolsa paulista nesta segunda-feira, acompanhando o viés do mercados no exterior antes de dados de inflação nos EUA, enquanto, no Brasil, pesquisa Focus mostrou nova revisão para cima nas projeções para o PIB e para baixo nas estimativas de inflação em 2022.

Às 11:50, o Ibovespa subia 1,33 %, a 113.794,82 pontos.

Em Wall Street, o S&P 500 avançava 1,2%, enquanto agentes financeiros se preparam para a divulgação do índice de preços ao consumidor norte-americano (CPI, na sigla em inglês) de agosto, na terça-feira, que deve calibrar as apostas sobre os próximos passos do Federal Reserve (Fed).

Para Ipek Ozkardeskaya, analista sênior no Swissquote Bank, se o CPI vier fraco o suficiente, ou idealmente mais fraco do que o esperado, o mercado de ações provavelmente dará continuidade ao movimento de alta nesta semana também.

"Se, no entanto, os dados não forem tão suaves quanto o esperado, ou pior, se virmos um número mais alto do que a leitura do mês passado, os ganhos da semana passada em ações provavelmente serão devolvidos rapidamente", afirmou em comentário enviado a clientes.

Para Ozkardeskaya, não há muito o que ser precificado ainda para a decisão do Fed na próxima semana, após várias declarações de membros do banco central norte-americano na semana passada, na linha de que o juro continuará subindo até que a inflação esteja sob controle, elevarem a chance de alta de 0,75 ponto percentual.

"Aconteça o que acontecer esta semana, sabemos que o Fed está disposto a entregar mais 0,75 ponto este mês... O que importa é o que acontecerá após a reunião do Fomc (comitê de política monetária do Fed) em setembro", acrescentou. Isso, segundo ele, depende quase totalmente da inflação. "Então, todos os olhos estão na inflação de amanhã."

Na pauta doméstica, a mediana das estimativas para o IPCA de 2022 instituições consultadas na sondagem Focus, do Banco Central, caiu pela 11ª semana consecutiva, para 6,40%. Para o ano que vem, a projeção caiu pela quarta semana seguida, a 5,17%, de 5,27% antes.

Para o PIB, a projeção de crescimento deste ano subiu ligeiramente - para 2,39%, de 2,26% -, também no 11º ajuste para cima consecutivo. Em 2023, analistas agora veem alta de 0,50%, ante 0,47% na semana passada.

DESTAQUES

- ECORODOVIAS ON subia 6,05%, a 6,49 reais, enquanto a concorrente no setor de concessão de infraestrutura CCR ON tinha queda de 0,49%, a 14,33 reais, entre as poucas baixas do Ibovespa na sessão. O Bank of America retomou a cobertura no setor de transportes e bens de capital com recomendação de 'compra' para Ecorodovias e 'underperform' para CCR, entre outras análises. A CCR também realizou na sexta-feira evento com investidores e, segundo a XP, sinalizou perspectivas operacionais positivas, com recuperação de volumes e despesas com investimentos (capex) sob controle.

- MAGAZINE LUIZA ON avançava 5,71%, a 4,63 reais, beneficiando-se do cenário mais benigno para o crescimento da economia, bem como para a inflação, com as rivais VIA ON subindo 4,29% e AMERICANAS valorizando-se 0,97%.

- POSITIVO TECNOLOGIA ON tinha elevação de 4,18%, a 12,2 reais, renovando máximas desde setembro de 2021, em meio a perspectivas favoráveis para o semestre atual.

- VALE ON ganhava 0,81%, a 70,11 reais, em sessão sem China, estendendo valorização registrada na semana passada, quando subiu 10,54%.

- PETROBRAS PN operava estável, mesmo com a alta do petróleo no exterior, com o Brent avançando 2,37%.

- AZUL PN avançava 1,14%, a 17,72 reais, tendo de pano de fundo prévia operacional de agosto, com expansão de 21,5% na demanda frente ao mesmo período do ano anterior, enquanto a oferta cresceu 16,5% na mesma base de comparação.

- ZAMP ON, que não está no Ibovespa, tinha elevação de 5,05%, a 8,11 reais, após o investidor estatal dos Emirados Árabes Unidos Mubadala elevar em cerca de 10,1%, para 8,31 reais por ação, proposta de aquisição do controle da operadora brasileira de rede de fast food, antiga BK Brasil.

- VAMOS ON, também ausente do Ibovespa, cedia 0,14%, a 14,44 reais, tendo no radar anúncio pela empresa de locação de caminhões, máquinas e equipamentos de oferta primária de ações para captação de até cerca de 1 bilhão de reais.

(Edição de André Romani)