Mercado fechará em 1 h 47 min

Ibovespa avança com apoio de commodities e após BC parar alta da Selic

Bolsa de Valores B3

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa avançava nesta quinta-feira, favorecido pela alta de preços de commodities no exterior e um dia após o Banco Central interromper o mais agressivo ciclo de aperto monetário desde o início do regime de metas para a inflação em 1999.

Às 11:48, o Ibovespa subia 0,47%, a 112.463,24 pontos. Na máxima, mais cedo, chegou a 113.639,97 pontos. O volume financeiro somava 8,4 bilhões de reais.

Em decisão dividida, o Comitê de Política Monetária (Copom) manteve a Selic em 13,75% ao ano, mas ponderou que não hesitará em retomar as altas nos juros se a redução da inflação não transcorrer como o esperado.

Na visão do Itaú Unibanco, o comunicado indica que o comitê permanecerá vigilante e focado em avaliar se a manutenção da taxa básica no patamar atual por um período suficientemente longo levará à convergência da inflação.

"Não esperamos que o Copom revise a estratégia, de manter os juros altos por bastante tempo, por pelo menos algumas reuniões", afirmou em relatório após a decisão a equipe do banco, comandada pelo ex-BC Mario Mesquita.

Em Wall Street, o S&P 500 perdia 0,69%, com agentes financeiros ainda digerindo a mensagem do Federal Reserve, de que continuará subindo os juros nos Estados Unidos, o que deve desaquecer a economia norte-americana.

DESTAQUES

- VALE ON subia 2,26%, a 70 reais, endossada pela recuperação dos preços do minério de ferro e outros metais, o que também apoiava ações de siderúrgicas, com GERDAU PN em alta de 3,07%, CSN ON avançando 2,96% e USIMINAS PNA ganhando 2,07%.

- PETROBRAS PN mostrava elevação de 0,16%, a 31,22 reais, enquanto PETROBRAS ON mostrava elevação de 0,69%, a 34,93, favorecidas pela alta do petróleo no exterior, onde o Brent, usado como referência pela companhia, avançava 0,82%.

- COGNA ON avançava 4,01%, a 2,85 reais, e YDUQS ON subia 4,31%, a 13,3 reais, em semana predominantemente positiva para o setor de educação na bolsa.

- IRB BRASIL ON recuava 4,96%, a 1,15 reais, após reportar mais um prejuízo mensal em julho, ampliando o resultado negativo em 2022 para 351,7 milhões de reais.

- ITAÚ UNIBANCO PN tinha acréscimo de 0,6%, a 28,47 reais, tendo de pano de fundo que o Bradesco BBI elevou projeções para o resultado do banco em 2023, bem como o preço-alvo das ações a 38 reais. No setor, BANCO DO BRASIL ON cedia 0,3%, em sessão com evento com analistas.