Mercado fechará em 5 h 2 min
  • BOVESPA

    114.032,29
    +324,53 (+0,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.447,98
    -286,06 (-0,59%)
     
  • PETROLEO CRU

    90,36
    +2,25 (+2,55%)
     
  • OURO

    1.776,30
    -0,40 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    23.455,21
    +73,42 (+0,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    559,03
    +1,30 (+0,23%)
     
  • S&P500

    4.273,05
    -0,99 (-0,02%)
     
  • DOW JONES

    33.901,45
    -78,87 (-0,23%)
     
  • FTSE

    7.526,34
    +10,59 (+0,14%)
     
  • HANG SENG

    19.763,91
    -158,54 (-0,80%)
     
  • NIKKEI

    28.942,14
    -280,63 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    13.519,50
    +26,25 (+0,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2432
    -0,0160 (-0,30%)
     

Ibovespa avança antes de Copom, com Cielo entre maiores altas; Vale pesa

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa fechou em alta nesta quarta-feira, após trocar de sinal algumas vezes durante o pregão, que teve Cielo disparando após resultado trimestral, assim como ações de consumo tiveram forte valorização antes de decisão que pode encerrar o atual ciclo de aperto monetário no país.

Wall Street endossou o segundo avanço seguido na bolsa paulista, que, no entanto, foi atenuado pelo declínio de ações atreladas a commodities, principalmente mineradoras e siderúrgicas, em meio a preocupações com a China.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa subiu 0,4%, a 103.774,68 pontos, tendo alcançado 103.878,29 pontos na máxima e 102.822,02 pontos na mínima do dia. O volume financeiro somou 22,2 bilhões de reais.

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central anuncia decisão sobre juros ainda nesta quarta-feira, com a maioria das previsões apontando aumento de 0,50 ponto percentual na Selic, atualmente em 13,25%. Agentes aguardam o comunicado da decisão, para buscar pistas sobre os próximos passos do BC.

Na visão de Bruno Komura, analista da Ouro Preto Investimentos, expectativas de que esse aumento na Selic será o último desse ciclo de aperto monetário apoiaram o movimento positivo na bolsa, particularmente de papéis como os de varejo.

"Muitas ações de varejo, que são muito sensíveis a inflação, aperto de condições financeiras, estão se beneficiando, assim como empresas de crescimento", afirmou.

Na outra ponta, destacou o analista, ações atreladas a commodities, principalmente dos setores de mineração e siderurgia, puxaram o Ibovespa para baixo, diante de perspectivas de que o setor imobiliário chinês não está reagindo como deveria aos estímulos naquele país.

Ele citou que Gerdau teve um resultado excepcional e mesmo assim o papel caiu bastante, assim como Vale, CSN, "muito reflexo da perspectiva negativa em relação à China", citou.

Em Wall Street, perspectivas positivas sobre resultados de Paypal e CVC Health fizeram o Nasdaq Composite atingir uma máxima em três. O S&P 500 avançou 1,6%.

DESTAQUES

- CIELO ON fechou em alta de 9,73%, a 4,85 reais, máxima desde agosto de 2020. A maior empresa de meios eletrônicos de pagamentos do Brasil mais do que triplicou o lucro no segundo trimestre na comparação ano a ano, superando com folga a previsão de analistas. Para o BTG Pactual, o resultado foi excelente. A Cielo também anunciou a saída do presidente-executivo e novo ciclo com foco em transformação digital, bem como aprovou 224,2 milhões de reais em juros sobre capital próprio.

- VALE ON caiu 3,89%, a 67,52 reais, mais do que devolvendo a forte valorização na véspera (+3,19%), em sessão de forte queda no setor de mineração e siderurgia na bolsa brasileira. Os contratos futuros de minério de ferro recuaram nas bolsas de Dalian e Cingapura nesta quarta-feira, com a crise envolvendo incorporadoras na China, maior produtora de aço do mundo, superando a melhora das margens nas usinas.

- GERDAU PN recuou 4,06%, a 23,41 reais. A siderúrgica reportou resultado trimestral com lucro de 4,3 bilhões de reais, impulsionado pelo crescimento sequencial das vendas no mercado interno e um forte desempenho na América do Norte, onde afirmou estar operando a plena capacidade. A siderúrgica também anunciou dividendos. Em teleconferências sobre os resultados, executivos da companhia disseram que esperam um ano histórico e que a empresa não irá mudar sua política de dividendos no curto prazo.

- VIA ON fechou em alta de 11,49%, a 2,62 reais, com papéis de consumo nesta sessão entre as maiores altas do Ibovespa de olho na decisão do Copom. MAGAZINE LUIZA ON avançou 8,12%, a 2,93 reais, e AMERICANAS ON subiu 7,12%, a 14,74 reais.

- IGUATEMI UNIT subiu 2,46%, a 20,43 reais, após forte resultado operacional no segundo trimestre, embora dentro das previsões do mercado. O Ebitda foi de 166,7 milhões de reais, alta de 61% ano a ano, com a margem Ebitda passando de 60,7% para 65,7%. A empresa espera manutenção do ritmo de vendas nos próximos meses. A companhia também mantém o interesse em aumentar participações em shoppings de seu portfólio.

- PETROBRAS PN avançou 0,15%, a 33,88 reais, em dia de queda dos preços do petróleo no exterior, onde o Brent encerrou em baixa de 3,7%, a 96,78 dólares o barril.

- ITAÚ UNIBANCO PN fechou em alta de 0,72%, a 23,89 reais, enquanto BRADESCO PN subiu 1,58%, a 17,95 reais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos