Mercado fechado

Ibovespa abre semana de Fed em alta com ajuda de Vale e Petrobras

Sede da B3

Por Andre Romani

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa subia nesta segunda-feira, apoiado por elevação nos preços de commodities e diante de desempenho sem direção comum de bolsas no exterior, com investidores na expectativa por decisão de política monetária nos Estados Unidos mais tarde nesta semana.

Vale e Petrobras eram as principais influências positivas ao índice, enquanto B3 estava na ponta oposta. GPA e Qualicorp também caíam após bancos norte-americanos rebaixarem a recomendação para suas ações.

Às 11:54 (de Brasília), o Ibovespa subia 1,23%, a 100.137,73 pontos. Na máxima do dia, o índice alcançou 100.336,38 pontos, ultrapassando o patamar dos 100 mil pontos pela primeira vez desde 11 de julho. Na mínima, chegou a 98.925,16 pontos. O volume financeiro era de 5,6 bilhões de reais.

Os principais índices de ações em Nova York abriram levemente no positivo, mas perderam fôlego em seguida. O Nasdaq Composite caía 0,4%, enquanto S&P 500 e Dow Jones subiam 0,1% e 0,3%, respectivamente.

O mercado está em compasso de espera por uma nova elevação na taxa de juros norte-americana na quarta-feira, projetada majoritariamente em 0,75 ponto percentual, além de balanços de gigantes de tecnologia ao longo da semana, incluindo Meta, Alphabet e Apple.

Um salto nas cotações do minério de ferro na Ásia e uma alta mais moderada do petróleo elevavam as ações de Vale e Petrobras, respectivamente, os papéis de maior peso no índice, o que contribuia para sessão positiva.

"As ações de mineradoras e siderúrgicas sobem com melhora do preço do minério de ferro e expectativas de resultados", disse Pedro Galdi, analista da Mirae Asset Corretora, que destacou ainda abertura "sem força" em Nova York.

A temporada de balanços local começa a ganhar tração nesta semana com divulgação de resultados por empresas como Petrobras, Vale, Suzano , Ambev e Santander Brasil .

No noticiário interno, o presidente Jair Bolsonaro convocou no final de semana seus apoiadores para as ruas no 7 de Setembro em um novo ataque ao Supremo Tribunal Federal, momentos depois de ter sua candidatura è reeleição oficializada pelo PL no Rio de Janeiro. Dados de conta corrente e a pauta fiscal também estavam no radar.

DESTAQUES

- VALE ON subia 1,8%, terceira alta seguida, após minério de ferro disparar na Ásia, com expectativa de recuperação econômica da China, maior produtora e consumidora de aço do mundo, no terceiro trimestre, e perspectiva de apoio ao setor imobiliário do país. Siderúrgicas também avançavam, com GERDAU PN ganhando 2,2%.

- PETROBRAS PN tinha alta de 2%, diante de aumento nos preços do petróleo em sessão volátil com contraposição de temores do lado da oferta e expectativa de demanda mais fraca com elevação dos juros nos EUA. PETRORIO ON valorizava-se 2,7% e 3R PETROLEUM ON tinha valorização de 2,3%.

- GPA ON caía 5% após analistas do JPMorgan rebaixarem a recomendação do papel de "overweight" a "neutro" e cortarem o preço-alvo em cerca de 43%. A equipe do banco disse que há menor visibilidade de potenciais gatilhos de alta para ação que justificariam uma recomendação mais favorável, como desinvestimento da unidade colombiana Éxito e recuperação das operações brasileiras.

- EMBRAER ON operava praticamente estável após a fabricante de aeronaves anunciar que entregou 32 jatos no segundo trimestre de 2022, sendo 11 comerciais e 21 executivos, alta forte frente aos três primeiros meses do ano, mas leve queda na base anual.

- ITAÚ UNIBANCO PN tinha alta de 1,3%, enquanto BRADESCO PN avançava 1,7%, em sessão positiva para grandes bancos.

- QUALICORP ON perdia 2,6% após analistas do Citi rebaixarem recomendação da ação a "venda", de "neutro".

- REDE D'OR ON subia 3,3% e SULAMERICA UNIT exibia ganhos de 3%, com as duas ações entre as maiores alta do Ibovespa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos