Mercado abrirá em 9 h 16 min
  • BOVESPA

    95.368,76
    -4.236,78 (-4,25%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    37.393,71
    -607,60 (-1,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    37,57
    +0,18 (+0,48%)
     
  • OURO

    1.878,80
    -0,40 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    13.251,63
    +34,34 (+0,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    262,22
    -10,47 (-3,84%)
     
  • S&P500

    3.271,03
    -119,65 (-3,53%)
     
  • DOW JONES

    26.519,95
    -943,24 (-3,43%)
     
  • FTSE

    5.582,80
    -146,19 (-2,55%)
     
  • HANG SENG

    24.416,60
    -292,20 (-1,18%)
     
  • NIKKEI

    23.251,16
    -167,35 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    11.232,75
    +100,00 (+0,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7402
    +0,0058 (+0,09%)
     

Ibope em SP: Russomanno tem 25% e Covas, 22%; Boulos, com 10%, e Tatto, com 4%, crescem na pesquisa

Anita Efraim
·2 minutos de leitura
Celso Russomano e Bruno Covas lideram pesquisa para Prefeitura de São Paulo (Foto: Reprodução/Instagram@celsorussomano/Nelson Almeida/AFP via Getty Images)
Celso Russomano e Bruno Covas lideram pesquisa para Prefeitura de São Paulo (Foto: Reprodução/Instagram@celsorussomano/Nelson Almeida/AFP via Getty Images)

A mais recente pesquisa Ibope, encomendada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo, mostra que Celso Russomanno (Republicanos) e Bruno Covas (PSDB) continuam na frente na corrida eleitoral pelo Prefeitura de São Paulo.

Russomano tem 25%, um ponto percentual a menos do que na pesquisa anterior de 2 de outubro, enquanto o tucano tem 22%, um ponto percentual a mais comparada ao outro levantamento.

Os dois principais candidatos da esquerda, Guilherme Boulos (PSOL) e Jilmar Tatto (PT) cresceram. Boulos chegou a 10%, três pontos a mais que em 2 de outubro, Tatto cresceu o mesmo índice e chegou a 4%.

Márcio França (PSB), que está em quarto lugar, se manteve com 7%. Já Arthur do Val, que tinha 1%, chegou a 2%. Vera Lúcia (PSTU), Joice Hasselmann (PSL), Levy Fidelix (PRTB), Marina Helou (Rede), Andrea Matarazzo (PSB), Orlando Silva (PCdoB) e Filipe Sabará (Novo) tem 1% cada um. Antonio Carlos Silva (PCO) é o único que não chegou a 1%.

Leia mais sobre a eleição para prefeitos:

Os brancos, nulos ou que não pretendem votar em nenhum dos candidatos somam 17%. Não sabem ou não responderam correspondem a 7%.

Russomano é o mais votado entre os evangélicos e entre os eleitores com renda média familiar de até um salário mínimo. Já Bruno Covas cresceu entre jovens entre 16 e 24 anos: tinha 12% na pesquisa anterior e, agora, tem 21% das intenções nessa faixa etária.

Guilherme cresceu sete pontos percentuais entre pessoas de 35 a 44 anos e também tem bom índice entre eleitores com renda média familiar de mais de 5 salários mínimos.

Leia também

Na pesquisa espontânea, Covas aparece com 13%, Russomano com 10%, Boulos tem 9%, França 3%, Tatto 2%. Arthur do Val, Levy Fidelix e Andrea Matarazzo tem 1%. Os outros candidatos não pontuaram. Brancos e nulos somam 18%.

Não sabem ou preferem não opinar são 40%.

Em um possível segundo turno entre Bruno Covas e Russomano, o tucano aparece com 40%, contra 39% do candidato do Republicanos; 18% optariam por branco e nulo e 3% não sabem.

A margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. Foram ouvidos 1001 eleitores na cidade de São Paulo entre os dias 13 e 15 de outubro e o índice de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral com o número SP‐01432/2020.