Mercado fechado

Ibope deve incluir Martha e Benedita em simulação de 2º turno, decide Justiça

Rafael Rosas
·2 minuto de leitura

Decisão aconteceu depois que a campanha de Martha entrou com um pedido para a inclusão do nome dela e de Benedita no questionário sobre o segundo turno A juíza Regina Chuquer, da 23ª Zona Eleitoral, determinou que o Ibope inclua na próxima pesquisa de opinião sobre as intenções de voto para a Prefeitura do Rio de Janeiro as simulações de segundo turno de Eduardo Paes (DEM) x Martha Rocha (PDT) e Paes x Benedita da Silva (PT). A decisão aconteceu depois que a campanha de Martha entrou com um pedido para a inclusão do nome dela e de Benedita no questionário sobre o segundo turno. O pedido aconteceu porque o questionário registrado pelo Ibope na sexta-feira na Justiça Eleitoral trazia apenas a simulação do segundo turno entre Paes e o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos). A campanha de Martha Rocha alegou que ela e Benedita estão, segundo as últimas pesquisas de opinião, empatadas tecnicamente com Crivella. A pesquisa tem previsão de ser divulgada no próximo dia 29 de outubro. Em caso de não cumprimento da decisão, a pena será a suspensão da pesquisa e “se necessário” a imposição de multa. “O princípio do Estado democrático de direito, em contínua construção, deve prezar pela igualdade de tratamento a todos que se encontram em igualdade de condições jurídicas, desigualando-os, apenas, na medida de sua desigualdade”, diz a magistrada na decisão. Na representação feita à Justiça Eleitoral, os advogados de Martha Rocha anexaram como provas os resultados da última pesquisa do DataFolha em que, na simulação para um eventual segundo turno, mostram a candidata à frente do ex-prefeito Paes, por 45% a 41% das intenções de votos. Com a decisão da Justiça, o Ibope terá 24 horas para substituir o questionário registrado no TSE para incluir os nomes dos três candidatos tecnicamente empatados em segundo lugar nas pesquisas.