Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,91 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,62 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,06
    +2,79 (+2,68%)
     
  • OURO

    1.828,10
    -1,70 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    21.482,32
    +216,10 (+1,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    462,12
    +8,22 (+1,81%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,32 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.208,81
    +188,36 (+2,68%)
     
  • HANG SENG

    21.719,06
    +445,19 (+2,09%)
     
  • NIKKEI

    26.491,97
    +320,72 (+1,23%)
     
  • NASDAQ

    12.132,75
    +395,25 (+3,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5524
    +0,0407 (+0,74%)
     

IBM fecha negócios na Rússia e demite funcionários

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A IBM informou, em comunicado à imprensa na terça-feira (7), que vai encerrar as atividades da empresa na Rússia e demitir funcionários da filial. Ela segue o caminho de outras empresas norte-americanas que mantinham negócios no país até o conflito na Ucrânia, iniciado em fevereiro.

O texto, assinado por CEO da IBM, Arvind Krishna, na verdade reproduz um memorando enviado aos trabalhadores da companhia em 30 de maio. As operações comerciais da big tech na Rússia já estavam suspensas desde 7 de março. Diz Krishna:

Optamos por suspender as operações para que pudéssemos avaliar as opções de longo prazo, enquanto continuamos a pagar e fornecer aos nossos funcionários na Rússia. À medida que as consequências da guerra continuam aumentando e a incerteza sobre suas ramificações a longo prazo cresce, tomamos agora a decisão de realizar uma paralisação ordenada dos negócios da IBM na Rússia. Vemos esse movimento como certo e necessário, e um próximo passo natural após a suspensão do nosso negócio.

Operações comerciais da IBM na Rússia haviam sido interrompidas em março (Imagem: Reprodução/Dmitry Ivanov/Creative Commons)
Operações comerciais da IBM na Rússia haviam sido interrompidas em março (Imagem: Reprodução/Dmitry Ivanov/Creative Commons)

"Reconhecemos que esta notícia é difícil, e quero assegurar-lhes que a IBM continuará a apoiá-los [os agora ex-funcionários da Rússia] e tomar todas as medidas razoáveis para fornecer suporte e fazer sua transição da forma mais ordenada possível", completa o texto.

Krishna havia dito à agência de notícias Reuters no início do mês passado que não tinha certeza de quanto tempo a empresa poderia pagar seus funcionários na Rússia por causa das crescentes sanções do Ocidente contra o país em guerra contra a Ucrânia. Um porta-voz da IBM disse à Reuters que a empresa emprega várias centenas de funcionários na Rússia.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos