Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.307,78
    -897,94 (-1,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

IBGE cancela concursos para 2022 e deve devolver taxa de inscrição

·2 min de leitura
Processo seletivo do IBGE é cancelado; taxas de inscrições pagas serão devolvidas
Processo seletivo do IBGE é cancelado; taxas de inscrições pagas serão devolvidas
  • IBGE cancela processo seletivo devido à poucos recursos destinados no Orçamento deste ano;

  • Para 2022 espera-se cerca de R$ 2,3 bilhões para realização do censo;

  • Seriam cerca de 204 mil vagas, com exigência mínima de ensino fundamental completo.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) anunciou nesta segunda-feira (18) o cancelamento do concurso para a contratação de agentes que realizaram o Censo Demográfico em 2022. O órgão ressaltou que colocará nos seus canais os procedimentos para a devolução das taxas de inscrições já efetuadas.

Segundo o IBGE, seriam 204 mil vagas abertas para as funções de recenseador, agente censitário municipal e agente censitário supervisor. O contrato com a Cebraspe, empresa que organizaria o processo seletivo, termina nesta segunda e não será renovado.

Leia também:

O cancelamento do concurso é continuidade ao estado de suspensão que o processo seletivo se encontrava. Em abril, o processo foi suspenso devido à aprovação pelo Congresso do Orçamento para o ano, que reduziu para R$ 71 milhões o valor destinado para a realização da pesquisa, o que inviabilizou a realização do Censo.

Para 2022, o IBGE disse estar em busca de uma nova empresa para a organização do processo seletivo. Após uma batalha judicial, em maio o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou a obrigatoriedade da realização do censo. Para tanto, a administração Jair Bolsonaro destinou cerca de R$ 2,3 bilhões para realizar o censo no ano que vem. Por lei, a pesquisa deve ser realizada a cada dez anos. A última ocorreu em 2010. Em 2020, ano em que se realizaria o Censo, ele foi cancelado por conta da pandemia.

O concurso do IBGE oferecia 204.307 vagas temporárias em todo o país para a realização do Censo Demográfico, com salários de até R$ 2.100. Veja as oportunidades:

  • 181.898 vagas para a função de Recenseador: remuneração por produção, de acordo com o número de domicílios visitados e questionários respondidos;

  • 5.450 vagas para a função de Agente Censitário Municipal: salário de R$ 2.100;

  • 16.959 vagas para a função de Agente Censitário Supervisor: salário de R$ 1.700.

Para o quadro de recenseador é exigido o ensino fundamental completo. Para os agentes censitários, a exigência é ensino médio completo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos