Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.061,99
    -871,79 (-0,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.867,62
    +338,65 (+0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    60,83
    -0,52 (-0,85%)
     
  • OURO

    1.794,00
    +0,90 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    53.828,87
    -2.141,41 (-3,83%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.245,39
    -17,57 (-1,39%)
     
  • S&P500

    4.173,42
    +38,48 (+0,93%)
     
  • DOW JONES

    34.137,31
    +316,01 (+0,93%)
     
  • FTSE

    6.895,29
    +35,42 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.722,37
    +100,45 (+0,35%)
     
  • NIKKEI

    29.099,93
    +591,38 (+2,07%)
     
  • NASDAQ

    13.899,50
    -19,75 (-0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7078
    +0,0058 (+0,09%)
     

IBGE abre 12 mil vagas temporárias em São Paulo para Censo 2021

LAÍSA DALL'AGNOL
·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) está com 12.335 vagas de trabalho para o Censo Demográfico 2021 na cidade de São Paulo. Em todo o estado, são mais de 42 mil posições abertas. Na capital, são oferecidas 181 vagas para trabalhar como agente censitário municipal, 1.060 para agente censitário supervisor e 11.094 para recenseador. Os empregos são temporários, sendo que os aprovados no processo seletivo para as vagas de recenseador trabalharão durante o período de três meses. Já os agentes censitários atuarão na função por cinco meses. Para concorrer às vagas, é preciso realizar uma prova e preencher requisitos como estar de acordo com a escolaridade exigida e em dia com a justiça eleitoral. O processo seletivo tem validade de um ano e os classificados serão convocados por email e telefone conforme o preenchimento das vagas. Interessados nas vagas devem fazer a inscrição no site www.ibge.gov.br. "Os recenseadores deverão trabalhar na capital seguindo todos os protocolos sanitários e o trabalho deverá iniciar quando estivermos fora do período de emergência", afirma a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho da Prefeitura de São Paulo, Aline Cardoso.