Iberdrola quer valor real na indenização de filiais desapropriadas na Bolívia

Madri, 29 dez (EFE).- A empresa espanhola Iberdrola espera que a Bolívia a indenize com o valor real, as quatro filiais desapropriadas neste sábado, conforme anúncio feito pelo presidente Evo Morales, declararam fontes da companhia elétrica.

Segundo as informações destas fontes à Agência Efe, a empresa ainda não recebeu comunicação oficial da decisão das autoridades bolivianas, e irá estudar o decreto, que afeta as principais distribuidoras de energia elétrica em La Paz e Oruro, além de uma empresa de serviços e uma gestora de investimentos.

De acordo com dados do mercado, a Iberdrola controla essas companhias através da companhia Iberbolivia de Investimentos, da qual possui 63,398% do capital.

Outros 36,6% da Iberbolivia estão nas mãos do fundo Paz Holding, no qual participam, entre outros investidores, a americana General Electric e a sueca Ericsson. Uma porcentagem reduzida é propriedade de Mauricio Valdez Cárdenas, executivo da empresa.

As companhias desapropriadas representam cerca de 0,2% do patrimônio da Iberdrola e aproximadamente 6 milhões de euros do lucro total da empresa. EFE

Carregando...