IBC-Br de setembro é o mais fraco dos últimos 11 meses

A queda de 0,52% na atividade econômica no mês setembro, na comparação com agosto, medida pelo Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), é o resultado mais fraco para o indicador desde o recuo de 0,58% registrado em outubro de 2011 em relação ao mês anterior, no dado com ajuste sazonal.

Os números do BC mostram ainda que desde março deste ano a atividade não apresentava desaceleração nesse tipo de comparação. No primeiro trimestre, todos os dados foram negativos em relação aos meses anteriores: -0,19% em janeiro e março e -0,35% em fevereiro, segundo dados revisados divulgados pelo BC.

Na comparação com o mesmo mês de 2011, o IBC-Br apresentou em setembro alta de 0,44% no dado sem ajuste, menor valor desde abril, quando houve queda de 0,02% em relação a abril do ano passado. Em julho e agosto, o crescimento havia sido de 2,34% e 2,73%, respectivamente, na mesma comparação. Os dados mais fracos do IBC-Br de setembro já eram esperados pelo mercado financeiro, por causa, principalmente, da queda na produção industrial e das vendas do varejo ampliado naquele mês.

Carregando...