Mercado abrirá em 1 h 28 min
  • BOVESPA

    108.782,15
    -194,55 (-0,18%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.081,33
    -587,31 (-1,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,32
    +2,08 (+2,69%)
     
  • OURO

    1.768,80
    +13,50 (+0,77%)
     
  • BTC-USD

    16.493,46
    +278,87 (+1,72%)
     
  • CMC Crypto 200

    389,42
    +9,13 (+2,40%)
     
  • S&P500

    3.963,94
    -62,18 (-1,54%)
     
  • DOW JONES

    33.849,46
    -497,57 (-1,45%)
     
  • FTSE

    7.529,54
    +55,52 (+0,74%)
     
  • HANG SENG

    18.204,68
    +906,74 (+5,24%)
     
  • NIKKEI

    28.027,84
    -134,99 (-0,48%)
     
  • NASDAQ

    11.670,25
    +54,00 (+0,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5709
    +0,0217 (+0,39%)
     

IA "sincera demais" cria polêmica ao opinar sobre selfies de usuários

Uma nova ferramenta de inteligência artificial (IA) chamada Clip Interrogator está causando um certo desconforto na internet. O aplicativo é descrito como um programa online que dá dicas para melhorar a qualidade e aperfeiçoar as selfies tiradas pelos usuários.

Na prática, seria como ter um amigo que olhasse a foto e desse algumas opiniões sobre enquadramento, penteado, maquiagem e assim por diante. No entanto, o Twitter está cheio de relatos de pessoas descontentes com o excesso de “sinceridade” do Clip Interrogator.

Uma usuária comentou que o app disse que ela parecia “bêbada e cansada”. Outro internauta postou que a ferramenta o definiu como uma pessoa de “rosto deformado”. E teve ainda um professor dizendo que o Clip Interrogator afirmou que ele parecia um fantoche e tinha uma cara “boa para socar”.

IA super sincera

O Clip Interrogator foi criado por um artista generativo — que usa programas de inteligência artificial para produzir suas obras — chamado Pharmapsychotic. Segundo seu inventor, o app utiliza várias imagens carregadas pelo usuário para sugerir o que pode ser melhorado na próxima foto.

A ferramenta foi construída sobre a plataforma de rede neural Contrastive Language-Image Pre-Training (CLIP), lançada pela OpenAI em 2021 como um sistema que utiliza inteligência artificial e linguagem computacional para fornecer descrições exatas sobre determinada imagem.

O próprio Pharmapsychotic não revela como o Clip Interrogator trata as informações visuais, transformando-as em sugestões no mínimo “deselegantes” sobre os rostos de seus usuários. O artista disse apenas que a ferramenta pode apresentar algumas distorções como todo sistema de IA.

Na prática

Não ficou claro se o criador está tentando passar uma visão de como um sistema de inteligência artificial enxerga a humanidade, ou se ele apenas se aproveitou de uma plataforma já pronta para treinar o Clip Interrogator até que ele se tornasse uma ferramenta sem filtros sociais.

Descrição feita pelo Clip Interrogator (Imagem: CarlosBarquero/Envato)
Descrição feita pelo Clip Interrogator (Imagem: CarlosBarquero/Envato)

Nós testamos o quanto o aplicativo pode ser sincero até demais com algumas imagens em estoque. Na primeira foto, o Clip Interrogator descreveu a imagem como a de um homem de 30 e poucos anos, com rosto meio alegre e com várias rugas visíveis na testa.

Clip Interrogator vai muito além da descrição física da foto (Imagem: levinajuli/Envato)
Clip Interrogator vai muito além da descrição física da foto (Imagem: levinajuli/Envato)

Já na segunda fotografia, o app foi um pouco mais ácido, dizendo se tratar de um velho sentado num banco com flores ao fundo, vestindo um macacão sujo, com uma expressão devastada, sarcástico e parecido com o comediante estadunidense Groucho Marx. Será que todo mundo está preparado para esse nível de “sinceridade”?

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: