Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,44 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,75 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,74
    -1,49 (-1,83%)
     
  • OURO

    1.668,30
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    19.282,88
    -56,88 (-0,29%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,49
    +0,06 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,10 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,96 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,84 (-1,83%)
     
  • NASDAQ

    11.058,25
    -170,00 (-1,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3079
    +0,0099 (+0,19%)
     

IA monitora câmeras para descobrir quando uma foto foi tirada para o Instagram

O artista tecnológico Dries Depoorter criou um projeto, chamado "The Follower", para identificar o exato momento no qual uma pessoa tirou determinada foto para o Instagram. Para isso, ele gravou imagens de câmeras abertas e utilizou uma inteligência artificial capaz de comparar o vídeo com imagens extraídas da rede social.

Em seu perfil no Twitter, Depoorter mostrou o passo a passo usado para desenvolver sua metodologia. Foi uma sacada bastante inteligente que mostra a importância do material humano, mesmo quando uma IA fará parte do processo.

Primeiramente, ele gravou milhares de horas de câmeras abertas de locais públicos, como a Times Square, em Nova York, por várias semanas. Depois, ele extraiu todas as fotos de influenciadores digitais (com mais de 100 mil seguidores) marcadas com tags de localização dos locais onde estavam posicionadas as câmeras.

O terceiro passo foi quando entrou em cena o software de computador para comparar as fotografias com as gravações de vídeo. O programa analisa as características do local do vídeo, as roupas das pessoas na cena e outros critérios para associar com as imagens relacionadas.

Ele não revelou qual software usou para fazer o comparativo. O projeto foi lançado nesta segunda-feira (12) já acumula milhares de visualizações no YouTube. O artista promete postar novos resultados nas redes sociais em breve.

Como a foto foi feita para o Instagram?

A foto foi feita no momento em que a imagem à direita fica vermelha (Imagem: Reprodução/Dries Depoorter)
A foto foi feita no momento em que a imagem à direita fica vermelha (Imagem: Reprodução/Dries Depoorter)

O resultado é bastante curioso, porque revela todo o percurso das pessoas, desde quando decidem tirar a fotografia, passando pela preparação e checagem do material nos celulares. Enquanto isso, as câmeras flagram todo esse processo, como se fosse um daqueles momentos "behind the scenes" dos filmes.

A proposta deixou as pessoas impressionadas e assustadas ao mesmo tempo, pois revela como o mundo está cada vez menos privativo. Imagine as possibilidades de uso de algo assim, tanto para bem quanto para o mal? Feche as janelas e tranque as portas, porque você está sendo vigiado!

O portfólio de Dries Depoorter tem várias outras ações na quais ele usa IA, reconhecimento facial e câmeras de vídeo. Em um deles, mostra o tempo que políticos da Bélgica usam o celular durante reuniões de membros do governo e marca cada um com seu respectivo perfil do Instagram. A ideia era criticar a falta de atenção dos funcionários públicos em momentos importantes do país.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: