Mercado fechará em 2 h 9 min
  • BOVESPA

    111.622,47
    +712,86 (+0,64%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.423,05
    +248,99 (+0,50%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,54
    +2,34 (+2,99%)
     
  • OURO

    1.767,60
    +3,90 (+0,22%)
     
  • BTC-USD

    16.858,86
    +449,61 (+2,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    400,44
    -0,26 (-0,06%)
     
  • S&P500

    3.955,16
    -2,47 (-0,06%)
     
  • DOW JONES

    33.691,92
    -160,61 (-0,47%)
     
  • FTSE

    7.587,51
    +75,51 (+1,01%)
     
  • HANG SENG

    18.597,23
    +392,55 (+2,16%)
     
  • NIKKEI

    27.968,99
    -58,85 (-0,21%)
     
  • NASDAQ

    11.571,00
    +46,25 (+0,40%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4244
    -0,0322 (-0,59%)
     

IA coloca Werner Herzog e Slavoj Žižek para conversar até fim dos tempos

Diálogo do Infinite Conversation é extremamente verossímil e vai durar até o fim dos tempos
Diálogo do Infinite Conversation é extremamente verossímil e vai durar até o fim dos tempos
  • Projeto usa inteligência artificial para colocar os dois pensadores para dialogarem;

  • Infinite Conversation foi capaz de reproduzir até mesmo os trejeitos da fala de cada um;

  • Objetivo é conscientizar as pessoas sobre a facilidade de criar falsidades com inteligência artificial.

Um programador usou a inteligência artificial (IA) para criar uma conversa eterna entre o diretor de cinema alemão Werner Herzog e o filósofo esloveno Slavoj Žižek. O diálogo, embora não faça muito sentido, é bastante coeso e, segundo o autor do projeto, o italiano Giacomo Miceli, pode vai durar até o fim dos tempos e pode ser acessada através do site do The Infinite Conversation.

Ambos pensadores tem um ritmo de fala bastante único, que consegue ser reproduzido fielmente pelo algoritmo de inteligência artificial. De acordo com o programador, as falas não foram retiradas de palestras ou vídeos dos intelectuais, mas sim a partir de um "modelo de linguagem popular que foi aprimorado com entrevistas e outros conteúdos de autoria de cada um dos palestrantes".

A ferramenta, que é incrivelmente divertida para os fãs de Herzog e de Žižek, foi criada tanto como uma forma de conscientizar as pessoas sobre os poderes da inteligência artificial, quanto como uma carta de amor pelos pensadores, suas ideias brilhantes e seus "discursos idiossincráticos".

Segundo o autor do projeto é bastante simples e barato produzir conteúdo de IA que seja superficialmente bom e surpreendentemente similar à "coisa verdadeira". É o caso dos vídeos deepfakes, que conseguem animar o rosto de uma pessoa para falar ou fazer qualquer coisa.

"Este projeto visa conscientizar sobre a facilidade de uso de ferramentas para sintetizar uma voz real. Neste momento, qualquer pessoa motivada pode fazer isso com um laptop em seu quarto. Isso muda nosso relacionamento com a mídia que consumimos online e levanta questões sobre a importância de fontes autorizadas, quebra de confiança e credulidade."

Para Miceli, o problema não é técnico, ou seja, não é da ferramenta em si, mas de como nós a utilizamos. "Todos nós compartilhamos o dever de educar as próximas gerações sobre o novo paradigma, enquanto nos concentramos em formar indivíduos compassivos que não usem mal esses poderes incríveis."

"Como otimista em IA, continuo esperançoso de que seremos capazes de nos regular, e que levaremos experimentos como a Conversa Infinita pelo que são: uma maneira divertida de nos ajudar a imaginar o que nossas pessoas favoritas fariam, se tivéssemos acesso ilimitado às suas mentes. Arte e Filosofia, aqui exemplificadas pelo diretor bávaro Werner Herzog e pelo filósofo esloveno Slavoj Žižek, podem nos guiar enquanto navegamos nessas águas traiçoeiras", concluiu Miceli, na página em que descreve o projeto.