Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.700,67
    +405,99 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.514,10
    +184,26 (+0,38%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,40
    -0,06 (-0,09%)
     
  • OURO

    1.764,60
    -2,20 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    63.389,77
    +615,54 (+0,98%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.397,85
    +16,90 (+1,22%)
     
  • S&P500

    4.170,42
    +45,76 (+1,11%)
     
  • DOW JONES

    34.035,99
    +305,10 (+0,90%)
     
  • FTSE

    6.983,50
    +43,92 (+0,63%)
     
  • HANG SENG

    28.793,14
    -107,69 (-0,37%)
     
  • NIKKEI

    29.642,69
    +21,70 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    14.006,75
    -7,25 (-0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7212
    +0,0001 (+0,00%)
     

iFood dará bolsas integrais para pessoas de baixa renda estudarem programação

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Logo do iFood. (Foto: Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
Logo do iFood. (Foto: Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
  • iFood custeará bolsas integrais de estudo de programação.

  • Ao todo, são 120 vagas para curso “Programação do Zero”.

  • Não é necessário qualquer conhecimento anterior na área.

O iFood, empresa que produz o aplicativo mais usado de delivery no Brasil, anunciou um novo programa de treinamento que tem como objetivo formar 120 pessoas na área de desenvolvimento de software.

Leia também:

O programa chama-se “Programação do Zero” e é uma parceria do iFood com a Cubos Academy, escola de programação baseada em Salvador, Bahia. Não é preciso ter qualquer experiência anterior com programação para participar.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

As informações são da Exame.

Curso para baixa renda

O curso será gratuito, pois terá bolsa integral custeada pelo iFood. A formação é voltada para pessoas de famílias de baixa renda: é preciso ter uma renda familiar per capita igual ou abaixo de 1,5 salário mínimo para se qualificar para participação.

Haverá também cotas para mulheres, pessoas negras, parceiros (como entregadores) e moradores da cidade de Salvador.

A empresa afirma ainda que dará preferência para pessoas com deficiência, trans ou que se formaram em escola pública.

As inscrições podem ser feitas até o dia 30 de abril por meio do site do programa: https://cubos.academy/cursos/ifood/

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube