Mercado abrirá em 4 h 23 min

Hyundai Elantra terá versão esportiva com motor 2.0 turbo de 275 cv

br.info@motor1.com (Nicolas Tavares)
Hyundai Elantra 2021 - Teaser

Nova geração do sedã será revelada no dia 17 de março, mas variante N fará estreia em outro momento

A Hyundai ainda nem apresentou a nova geração do Elantra, que será mostrada no dia 17 de março, e já trabalha em uma versão esportiva do sedã. É o que adianta o site The Korean Car Blog, que adianta algumas informações sobre o carro. A estreia desta variante não acontecerá junto com a configuração normal, podendo até ser mostrado no 2º semestre, só que o lançamento comercial ficará para 2021.

O Hyundai Elantra N não seguirá o que é feito na linha N Line, que só tem visual de carro esportivo. O Korean Car Blog diz que utilizará o motor 2.0 turbo de quatro cilindros que equipa o i30 N, usando a mesma configuração que o hatch com o pacote Performance, entregando 275 cv. Seria oferecido com câmbio manual de 6 marchas ou automatizado de dupla embreagem e 8 posições.

Nesta semana a Hyundai começou a divulgar imagens do novo Elantra, além de confirmar a apresentação para 17 de março. O sedã trocará de geração apenas 5 anos depois do lançamento do modelo atual, adotando um visual bem mais agressivo e com um estilo fastback, motivo que faz a empresa falar que ele será um cupê de quatro portas. A imagem do interior adianta que terá uma cabine bem minimalista, sem botões espalhados, além de duas telas grandes, uma para a multimídia e outra para o painel de instrumentos. As vendas começarão em setembro.

Mais notícias da Hyundai

Antes do Elantra N, a Hyundai pretende lançar o crossover Kona N, também com o motor 2.0 turbo de 275 cv. Pouco depois deve ser a vez do i20 N, já visto em testes na Europa e que irá enfrentar Ford Fiesta ST e Volkswagen Polo GTI. Ainda haverá uma atualização do i30 N em um outro momento, elevando a potência para 280 cv.

Com a troca de geração do Hyundai Elantra, fica a expectativa de que o sedã retorne ao mercado brasileiro. O Grupo Caoa, importador oficial da marca sul-coreana, prometeu o modelo atual para 2019, após mostrá-lo no Salão do Automóvel de São Paulo em 2018. Há chances de que a empresa tenha mudado de ideia por ver a retração do segmento do sedãs médios, que perde cada vez mais espaço para os SUVs.