Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.035,17
    -2.220,83 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.592,91
    +282,61 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    -1,87 (-2,94%)
     
  • OURO

    1.733,00
    -42,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    43.731,20
    -3.333,03 (-7,08%)
     
  • CMC Crypto 200

    912,88
    -20,25 (-2,17%)
     
  • S&P500

    3.811,15
    -18,19 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    30.932,37
    -469,63 (-1,50%)
     
  • FTSE

    6.483,43
    -168,53 (-2,53%)
     
  • HANG SENG

    28.980,21
    -1.093,99 (-3,64%)
     
  • NIKKEI

    28.966,01
    -1.202,29 (-3,99%)
     
  • NASDAQ

    12.905,75
    +74,00 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7636
    +0,0247 (+0,37%)
     

Hyundai e Kia esfriam negociação de acordo para carros elétricos com Apple

Heekyong Yang e Joyce Lee
·2 minuto de leitura
.

Por Heekyong Yang e Joyce Lee

(Reuters) - A Hyundai disse nesta segunda-feira que não está negociando com a Apple para carros elétricos autônomos, apenas um mês após ter confirmado negociações em estágio inicial com a gigante da tecnologia, fazendo a ação da montadora cair.

As ações da Hyundai caíram 6,2%. As ações de sua afiliada Kia, que havia sido apontada pela mídia local como a provável parceira operacional da Apple, caíram 15%.

O anúncio ocorre após semanas de conflitos internos na Hyundai sobre o potencial negócio, com executivos levantando temores sobre a empresa se tornar uma fabricante terceirizada para a Apple em um acordo similar ao papel da Foxconn na fabricação de dispositivos para a gigante norte-americana.

"Estamos recebendo pedidos de cooperação no desenvolvimento conjunto de veículos elétricos autônomos de várias empresas, mas eles estão em estágio inicial e nada foi decidido", disseram as montadoras nesta segunda-feira, em cumprimento às regras da bolsa de valores que exigem atualizações regulares aos investidores em relação aos rumores do mercado.

As ações da Kia saltaram 61% desde que a Hyundai confirmou inicialmente uma reportagem da mídia local no início de janeiro de que Apple e Hyundai estavam em discussões para desenvolver veículos elétricos autônomos até 2027 e desenvolver baterias em fábricas dos EUA operadas pela Hyundai ou pela Kia.

"Apple e Hyundai estão em discussão, mas como está em um estágio inicial, nada foi decidido", disse a Hyundai, antes de divulgar declarações subsequentes que retiraram todas as menções à Apple, mas disseram que a Hyundai estava recebendo pedidos de cooperação de carros elétricos de empresas que não identificou.

A Hyundai é conhecida por sua relutância em trabalhar com terceiros, fabricando seus próprios motores, transmissões e até mesmo aço em uma cadeia de suprimentos verticalmente integrada como o segundo maior conglomerado da Coreia do Sul.

Embora as ações da Kia e da Hyundai tenham disparado com as notícias das negociações, a oposição interna em se tornar uma fabricante terceirizada da Apple era considerável, de acordo com pessoas a par do assunto.

A Apple nunca reconheceu as negociações com a montadora e não estava disponível de imediato para comentar fora do horário comercial nos Estados Unidos.