Mercado fechado

Hypera Pharma compra portfólio de medicamentos sem prescrição da Takeda

Juliano Passaro
Hypera Pharma compra portfólio de medicamentos sem prescrição da Takeda

A Hypera Pharma (HYPE3) confirmou nesta segunda-feira (2) que adquiriu o portfólio de medicamentos sem prescrição da Takeda Pharmaceutical International por US$ 825 milhões (cerca de R$ 3,7 bilhões).

O novo portfólio de remédios, isentos de prescrição, adquiridos pela Hypera conta com os seguintes medicamentos: Neosaldina, Dramin e Nesina. A Hypera informou que já tratou com os bancos sobre as linhas de crédito que serão necessárias para o financiamento da negociação com a Takeda. A maior indústria farmacêutica do Brasil utilizará R$ 3,5 bilhões para financiar a compra.

“A Hypera Pharma e a Takeda também assinarão acordo de fabricação e fornecimento em conexão com a transação, por meio do qual a Takeda continuará a fornecer produtos à companhia”, comunicou a Hypera. A farmacêutica brasileira publicou em seu comunicado que a compra será fechada no final de 2020.

Veja também: Indicação a conselho do IRB (IRBR3) é representante da Berkshire Hathaway no Brasil

A Hypera Pharma será a maior empresa farmacêutica no Brasil após a aquisição da Buscopan e dos ativos da Takeda. A parte comprada da Takeda pela Hypera teve receita líquida de aproximadamente R$ 900 milhões no ano passado.

O portfólio adquirido pela brasileira possui produtos das áreas de:

  • cardiologia
  • diabetes
  • endocrinologia
  • gastroenterologia
  • sistema respiratório
  • clínica geral 

Vale destacar que a Hypera Pharma já é dona da Neo Química e da Montecorp, além de outros laboratórios brasileiros.

Hypera Pharma adquire ativos da Boehringer Ingelheim

O conselho da Hypera aprovou a compra de alguns ativos da Boehringer Ingelheim no Brasil, ao final do ano passado, como as marcas Buscopan e Buscofem, por R$ 1,3 bilhão.

"O Buscopan atualmente é a marca líder no segmento de antiespasmódico no Brasil, e a família Buscopan e Buscofem a segunda maior franquia no mercado de OTC no País. O contato estabelece os termos para o fechamento e implementação da aquisição dos ativos, entre elas, a aprovação da autoridade antitruste e outras condições relevantes", informou o comunicado Hypera.

Em outubro deste ano, a Boehringer já havia sinalizado o interesse em vender os produtos do Buscopan e Buscofem. A Hypera, entretanto, destacou que essa operação está alinhada com o objetivo estratégico da empresa.