Mercado fechado

Humanos seriam bizarros nos anos 3000, graças à dependência tecnológica

Já está muito claro para a ciência que a tecnologia pode trazer malefícios a longo prazo. Mas quando se pensa de modo milenar, o futuro que nos espera é particularmente bizarro, pelo menos de acordo com um estudo, que nos aponta como a humanidade pode ficar nos anos 3000.

Ao lado de um grupo de cientistas, a empresa de telecomunicações Toll Free Forwarding desenvolveu uma simulação 3D da possível aparência de um ser humano no período em questão. Podemos notar diversos exemplos de impactos negativos da tecnologia.

Dentre eles, é possível destacar as costas curvadas, já que o hábito de estar sempre olhando para baixo para a tela de smartphones e computadores prejudica a postura, cansa o pescoço e desequilibra a coluna. Os especialistas explicam que ficar sentado em frente ao computador o tempo todo faz com que o torso seja puxado na frente dos quadris.

A simulação também traz mudanças anatômicas nos braços e nas mãos, por conta do uso excessivo de smartphones: os dedos devem ficar curvados como garras, e o cotovelo deve ficar em 90 graus, já que o ser humano fica constantemente com ele na posição dobrada, hoje em dia.

Os cientistas envolvidos ainda mencionam que quando se trabalha em um computador ou quando se olha para o telefone, os músculos da nuca precisam se contrair para manter a cabeça erguida, então o pescoço do homem nos anos 3000 é grosso e excessivamente cansado.

Outra característica da humanidade graças à dependência tecnológica seria o surgimento de uma segunda pálpebra, responsável por proteger os olhos da iluminação dos dispositivos. Veja como seria:

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: