Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.923,93
    +998,33 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,18 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,34
    -0,88 (-1,08%)
     
  • OURO

    1.811,40
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    16.959,65
    -91,93 (-0,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,33
    +2,91 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,87 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.979,00
    -83,75 (-0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4940
    +0,0286 (+0,52%)
     

A Huawei pede a evolução da rede no COP27 para viabilizar o desenvolvimento verde

Métrica da Intensidade de Carbono da Rede (NCIe) introduzida para avaliar a eficiência energética da rede

SHARM EL-SHEIKH, Egito, November 11, 2022--(BUSINESS WIRE)--Um executivo da Huawei disse que as tecnologias de informação e comunicação, ou TIC, permitirão a digitalização do setor, estimularão a inovação e tornarão outras indústrias verdes.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20221110006213/pt/

Philippe Wang, vice-presidente Executivo da Huawei para a região da África do Norte (Foto: Business Wire)

As observações foram feitas em uma sessão organizada pelo Centro de Inovação Global (UGIH) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança Climática (CQNUMC) na 27a Conferência das Partes em andamento, ou COP27, em Sharm El-Sheikh, no Egito.

Fazendo referência ao que é conhecido como o "efeito facilitador", Philippe Wang, vice-presidente executivo de Huawei para a região da África do Norte, disse que as TIC estão "tornando outras indústrias mais verdes".

"5G, Inteligência Artificial, análise de dados, computação em nuvem - todas estas coisas irão melhorar os processos industriais de forma a reduzir o uso de energia e diminuir as emissões de carbono", disse ele.

De acordo com Philippe Wang, da mesma forma que as TIC permitem que uma luz de rua inteligente se apague quando ninguém está por perto, as estações de base sem fio 5G podem se desligar automaticamente quando não há tráfego de dados, o que economiza energia.

As estações de base precisam de uma fonte de energia e antenas. De sua parte, a Huawei tem substituído geradores a diesel por painéis solares, que oferecem uma fonte de energia elétrica mais limpa, na Nigéria e em Angola. Ao mesmo tempo, a empresa lançou uma antena verde 5G que cobre uma área de até 500 metros, utilizando metade da energia de transmissão. Isso reduz o consumo de energia em 30 por cento.

Também falando na sessão de quinta-feira, Luis Neves, diretor executivo da Global Enabling Sustainability Initiative (GeSI), enfatizou que o digital deveria estar no centro da conversa climática.

"Se você unir uma mentalidade de sustentabilidade ao digital, penso que podemos criar uma máquina poderosa para impulsionar a agenda da sustentabilidade e acelerar o caminho para um mundo onde 10 bilhões de pessoas possam viver uma vida saudável". E as empresas devem levar em consideração tanto sua pegada de carbono quanto sua marca", disse ele.

Para isso, os membros da ITU-T, incluindo a Huawei, propuseram um padrão para medir o uso de energia da rede. Conhecida como a métrica energética de intensidade de carbono da rede, a norma foi aprovada pela ITU-T em 19 de outubro como a Recomendação ITU-T L.1333.

Segundo Nompilo Morafo, diretor de Sustentabilidade e Assuntos Corporativos do MTN Group, "ação sustentável e mensurável" é a chave para atingir as metas líquidas zero. "Nesta trajetória, o uso de tecnologias digitais oferece um potencial particular para aumentar a geração de energia verde e a eficiência energética de todas as indústrias", acrescentou ela.

A sessão do UGIH da CQNUMC, intitulada ‘ICT for Green’, abordou as formas pelas quais a tecnologia transformadora das TIC pode ser utilizada para permitir o desenvolvimento verde de uma ampla variedade de indústrias, facilitando o caminho do mundo para emissões net-zero.

Sobre a Huawei

Fundada em 1987, a Huawei é fornecedora líder global de infraestrutura e dispositivos inteligentes de tecnologia da informação e comunicação (ICT). Temos 195.000 funcionários e operamos em mais de 170 países e regiões, atendendo a mais de três bilhões de pessoas em todo o mundo.

Nossa visão e missão é levar o digital a todas as pessoas, lares e organizações para um mundo totalmente conectado e inteligente. Para este fim, trabalharemos no sentido de uma conectividade ubíqua e acesso inclusivo às redes; estabelecendo a base para um mundo inteligente; forneceremos uma potência informática diversificada onde e quando você precisar; para trazer a nuvem e a inteligência para todos os quatro cantos da terra; construiremos plataformas digitais para ajudar todos os setores e organizações a se tornarem mais ágeis, eficientes e dinâmicas; e vamos redefinir a experiência do usuário com IA, tornando-a mais inteligente personalizada para pessoas em todos os aspectos da sua vida, quer estejam em casa, em trânsito, no escritório, se divertindo ou praticando exercícios. Para mais informações, visite a Huawei online em www.huawei.com ou siga-nos no:

http://www.linkedin.com/company/Huawei
http://www.twitter.com/Huawei
http://www.facebook.com/Huawei
http://www.youtube.com/Huawei

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Ver a versão original em businesswire.com: https://www.businesswire.com/news/home/20221110006213/pt/

Contacts

Huawei, Francis Yang, +86 13871384929, yangmingxi1@huawei.com