Mercado abrirá em 3 h 49 min
  • BOVESPA

    111.183,95
    -355,84 (-0,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.377,47
    +695,28 (+1,52%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,43
    +0,15 (+0,24%)
     
  • OURO

    1.710,50
    -5,30 (-0,31%)
     
  • BTC-USD

    50.150,91
    +217,88 (+0,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.003,88
    +16,67 (+1,69%)
     
  • S&P500

    3.819,72
    -50,57 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    31.270,09
    -121,43 (-0,39%)
     
  • FTSE

    6.630,84
    -44,63 (-0,67%)
     
  • HANG SENG

    29.236,79
    -643,63 (-2,15%)
     
  • NIKKEI

    28.930,11
    -628,99 (-2,13%)
     
  • NASDAQ

    12.665,75
    -16,00 (-0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7699
    -0,0088 (-0,13%)
     

Huawei patenteia celular com recurso para medir a temperatura humana

Rubens Eishima
·1 minuto de leitura

Ainda sem uma luz no fim do túnel para a pandemia da COVID-19, vale tudo para conter o avanço da doença. A Huawei registrou uma patente para um celular capaz de medir e informar a temperatura das pessoas, o registro foi solicitado no auge da primeira onda do novo coronavírus no ocidente e concedido na última semana.

A fabricante já tinha lançado modelos equipados com o recurso, assim como a rival de nicho Umidigi. O Honor Play 4, por exemplo, utiliza um sensor de infravermelho para detectar a temperatura de pessoas e objetos, permitindo identificar uma faixa entre -20 e 100 graus Celsius.

O intervalo é mais do que suficiente para detectar uma febre, um dos sintomas iniciais da COVID-19. Mais do que isso, o recurso pode ser usado para verificar a temperatura de preparo de receitas, ou até mesmo identificar líquidos quentes para pessoas com pouca sensibilidade térmica.

 (Imagem: reprodução/TianYanCha)
(Imagem: reprodução/TianYanCha)

A patente não dá detalhes da implementação do recurso ou o grau de precisão da leitura. Ferramentas do tipo em celulares e smartwatches geralmente são acompanhadas de observações para consultar um médico antes de usar as informações obtidas no aparelho, ponto destacado no Umidigi A7S, por exemplo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: