Mercado fechará em 6 h 48 min

Huawei passou a Samsung e foi a maior fabricante de celulares do mundo em abril

Rubens Eishima

Mesmo em meio a uma complicada guerra comercial com os Estados Unidos e uma crise sanitária global, a Huawei conseguiu ultrapassar a Samsung para se tornar a maior fabricante de celulares do planeta durante o mês de abril. A informação foi divulgada pelo consultor da Counterpoint Neil Shah ao site GizmoChina.

Segundo Shah, a Huawei teve uma participação de mercado de 19% durante o mês, marcado pela pandemia da COVID-19. A Samsung, por sua, vez deteve 17% do mercado.

Uma das explicações para a virada pode ser encontrada na dependência das vendas da Huawei em sua terra natal. Enquanto outros países estavam no auge dos registros de casos da COVID-19 e suas medidas de distanciamento físico, a China já estava voltando à normalidade, com a reabertura de lojas e fábricas.

No mundo

Fora da China, a Huawei já estaria sentindo o impacto das sanções comerciais dos Estados Unidos, com a proibição de uso dos aplicativos do Google desacelerando o volume de lançamentos globais.

As novas restrições impostas em maio, visando proibir o fornecimento de processadores à fabricante chinesa, devem ter os efeitos notados mais no futuro. A nova regra autoriza a fabricação de chips encomendados antes da publicação da medida. Além disso, acredita-se que a Huawei tenha estocado grandes quantidades de componentes em preparação aos bloqueios impostos pelo governo de Donald Trump.

A reabertura gradual dos países ocidentais deve ajudar a Samsung a retomar a primeira colocação dos próximos meses, especialmente com a volta à normalidade de regiões onde os sul-coreanos são especialmente fortes, caso das Américas e da Europa.

Fonte: Canaltech