Mercado fechará em 4 h 20 min
  • BOVESPA

    108.251,48
    +1.779,55 (+1,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.348,44
    +625,01 (+1,34%)
     
  • PETROLEO CRU

    90,20
    +1,19 (+1,34%)
     
  • OURO

    1.805,90
    +14,70 (+0,82%)
     
  • BTC-USD

    24.014,94
    +948,36 (+4,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    559,58
    +16,70 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.156,62
    +11,43 (+0,28%)
     
  • DOW JONES

    32.904,14
    +100,67 (+0,31%)
     
  • FTSE

    7.489,05
    +49,31 (+0,66%)
     
  • HANG SENG

    20.045,77
    -156,17 (-0,77%)
     
  • NIKKEI

    28.249,24
    +73,37 (+0,26%)
     
  • NASDAQ

    13.287,50
    +58,75 (+0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2335
    -0,0331 (-0,63%)
     

Huawei Mate 50 surge em testes com Snapdragon 8 e conexão 5G

·2 min de leitura

O Huawei Mate 50 pode marcar o retorno dos dispositivos flagship da marca chinesa em 2022. Recentemente, versões para testes do celular foram flagradas com o processador Snapdragon 8 Gen 1 da Qualcomm e acesso a redes 5G.

Antigos rumores apontavam que o Huawei Mate 50 seria lançado somente com conexões 4G, assim como modelos recentes como P50 Pro e P50 Pocket, devido aos embargos impostos pelo governo dos Estados Unidos. Contudo, a fabricante parece estar em vias de conseguir novas liberações neste sentido, e com isso pode ter alterado os planos para o lançamento de seu novo smartphone topo de linha.

Para mais, o leaker Juchang Pictures Fans cita que outros modelos testes do dispositivo foram vistos com o HiSilicon Kirin 9000. Presente no Huawei Mate 40, o chipset proprietário da Huawei é mais uma opção de processador com tecnologia 5G.

Huawei Mate 50 é um dos lançamentos mais aguardados pela marca em 2022 (Imagem: Reprodução/HoiIndi)
Huawei Mate 50 é um dos lançamentos mais aguardados pela marca em 2022 (Imagem: Reprodução/HoiIndi)

Versão exclusiva com 4G

Após ser proibida pelos EUA de acessar certas tecnologias, a Huawei abriu mão de diversos componentes, incluindo processadores. Por conta das sanções, a marca foi impossibilitada de continuar a produção do HiSilicon Kirin 9000 com a taiwanesa TSMC em 2020.

A companhia chinesa ainda precisou lidar com a escassez de certos componentes, como receptores de rádio-frequência. Fator que impedia a produção dos chipsets proprietários com suporte à conexão 5G.

Entretanto, as versões testes do Huawei Mate 50 com o HiSilicon Kirin 9000 são um indicativo que o cenário parece ter mudado para a empresa. Algo que, sem dúvidas, será bastante benéfico para a volta dos aparelhos premium da marca em 2022.

Huawei Mate 50 com conexão 5G pode apresentar um cenário favorável para a marca (Imagem: Reprodução/HoiIndi)
Huawei Mate 50 com conexão 5G pode apresentar um cenário favorável para a marca (Imagem: Reprodução/HoiIndi)

Retorno dos flagships com 5G

Como dito, devido às sanções sofridas pelos EUA, a Huawei tem enfrentado grandes dificuldades para se posicionar no mercado. No entanto, a marca seguiu trabalhando para entregar seus dispositivos ao público da melhor forma possível.

Dessa maneira, a possibilidade de uma versão do Huawei Mate 50 com conexão 5G é um alívio para os fãs da marca. Bem como, isso pode ajudar a fabricante a retomar uma pequena parte da grande fatia do mercado de dispositivos móveis que foi perdida nos últimos anos.

Ainda não há informações oficiais sobre a estreia do novo flagship da marca chinesa. A expectativa é que o modelo seja anunciado ainda no primeiro semestre de 2022, com previsão de estreia em junho.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos