Mercado fechará em 4 h 41 min
  • BOVESPA

    106.851,82
    +488,72 (+0,46%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.516,25
    -198,35 (-0,38%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,19
    -0,47 (-0,57%)
     
  • OURO

    1.804,90
    +6,10 (+0,34%)
     
  • BTC-USD

    61.484,17
    +2.597,35 (+4,41%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.478,86
    +59,48 (+4,19%)
     
  • S&P500

    4.579,06
    +27,38 (+0,60%)
     
  • DOW JONES

    35.628,80
    +138,11 (+0,39%)
     
  • FTSE

    7.238,46
    -14,81 (-0,20%)
     
  • HANG SENG

    25.555,73
    -73,01 (-0,28%)
     
  • NIKKEI

    28.820,09
    -278,15 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    15.691,50
    +104,25 (+0,67%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5452
    +0,1205 (+1,88%)
     

Huawei Mate 50 pode adotar Snapdragon 898 sem recurso essencial

·2 minuto de leitura

A Huawei parece ter encontrado um método de contornar as sanções impostas pelo governo dos Estados Unidos que seguem em vigor desde 2019, com smartphones e outros eletrônicos da marca sendo lançados com os processadores mais poderosos da atualidade, mas sem um grande diferencial presente em seus principais concorrentes: a conectividade 5G.

Reforçando rumores que surgiram há poucas semanas, o vazador Digital Chat Station publica em sua conta na rede social chinesa Weibo que a Huawei já está realizando testes com uma variação do futuro processador Snapdragon 898 que adota um modem 4G, sendo identificado pelo modelo de número SM8425.

Huawei P50 adotou chip Snapdragon 888, mas também sem rede 5G (Imagem: Reprodução/Huawei)
Huawei P50 adotou chip Snapdragon 888, mas também sem rede 5G (Imagem: Reprodução/Huawei)

O rumor aponta que o dispositivo em questão será lançado no primeiro trimestre de 2022, entre os meses de janeiro e março, o que reforça teorias de que a linha Huawei Mate 50 deverá ser lançada com o futuro chip de alto desempenho da Qualcomm, mas sem rede 5G como forma de contornar o banimento.

Sem poder produzir seus próprios processadores, utilizar chips da Qualcomm sem 5G acaba sendo a única forma da Huawei seguir vendendo celulares modernos no mercado, mas a falta da conectividade de última geração ainda deve prejudicar a empresa.

Tal solução já foi posta em prática com o lançamento da linha Huawei P50, que chegou ao mercado com foco em câmeras e especificações de alto desempenho, sendo equipado pelo chip Snapdragon 888 adaptado para suportar apenas as redes 4G.

Huawei Mate 50: o que sabemos até agora?

Design ainda é desconhecido, mas Mate 50 pode seguir as linhas da série Mate 40 (Imagem: Reprodução/Huawei)
Design ainda é desconhecido, mas Mate 50 pode seguir as linhas da série Mate 40 (Imagem: Reprodução/Huawei)

É esperado que a Huawei apresente ao menos o Mate 50 Pro com processador Snapdragon 898 com 4G, com o modelo comum, o Mate 50, podendo ainda adotar um outro processador que também utilizaria apenas as redes 4G.

Apesar do lançamento esperado para acontecer no início de 2022, os smartphones podem ser apresentados ainda este ano, provavelmente dias após a revelação do chip Snapdragon 898, prevista para o mês de dezembro — com o Xiaomi 12 sendo o primeiro modelo anunciado com a plataforma.

A Huawei possui evento global marcado para o dia 21 de outubro, mas não existem garantias de que o Mate 50 e Mate 50 Pro podem ser anunciados na ocasião, sendo necessário aguardar por mais informações.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos