Mercado abrirá em 7 h 55 min
  • BOVESPA

    128.427,98
    -339,48 (-0,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.170,78
    +40,90 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,17
    +0,09 (+0,12%)
     
  • OURO

    1.775,00
    -8,40 (-0,47%)
     
  • BTC-USD

    32.717,39
    -969,68 (-2,88%)
     
  • CMC Crypto 200

    788,17
    -22,02 (-2,72%)
     
  • S&P500

    4.241,84
    -4,60 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    33.874,24
    -71,34 (-0,21%)
     
  • FTSE

    7.074,06
    -15,95 (-0,22%)
     
  • HANG SENG

    28.838,96
    +21,89 (+0,08%)
     
  • NIKKEI

    28.866,52
    -8,37 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    14.302,50
    +39,50 (+0,28%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9268
    -0,0017 (-0,03%)
     

Huawei estreia novo centro de transparência e segurança cibernética

·2 minuto de leitura

A Huawei estreou nesta quarta-feira (9) um novo Centro Global de Transparência em Segurança Cibernética e Proteção de Privacidade na cidade de Dongguan, na China. Maior iniciativa da empresa nesse sentido até o momento, faz parte de seus esforços para aumentar a confiança que consumidores e reguladores possuem em seus produtos, bem como aprimorar a segurança do mundo da tecnologia em geral.

Além do novo centro, a empresa também lançou seu Product Cyber Security Baseline, que compartilha com o setor de tecnologia sua estrutura básica de segurança de produto e práticas de gestão. “Como setor, precisamos trabalhar juntos, compartilhar as melhores práticas e desenvolver nossas capacidades coletivas em governança, padrões, tecnologia e verificação”, afirmou Ken Hu, Presidente Rotativo da Huawei, durante a inauguração.

“Precisamos dar ao público em geral e aos reguladores um motivo para confiar na segurança dos produtos e serviços que usam diariamente. Juntos, podemos encontrar o equilíbrio certo entre segurança e desenvolvimento em um mundo cada vez mais digital”, complementa o executivo.

Desafios de governança e padronização

O novo centro tem o objetivo de resolver os problemas de segurança gerados pela adoção de tecnologias como 5G e inteligência artificial. A companhia chinesa afirma que a pandemia acelerou a transformação digital do cotidiano de muitas pessoas que, ao passar a maior parte do tempo online, estão suscetíveis a mais perigos com os quais nem sempre sabem lidar.

Imagem: Divulgação/Huawei
Imagem: Divulgação/Huawei

O compartilhamento do Product Cyber Security Baseline da companhia tem o objetivo de acelerar a criação de uma abordagem coordenada e baseada em padrões para o setor de tecnologia responder a esses desafios. "Governos, organizações de padrões e fornecedores de tecnologia precisam trabalhar mais próximos para desenvolver uma compreensão unificada dos desafios de segurança cibernética. Este precisa ser um esforço internacional. Precisamos definir metas compartilhadas, alinhar responsabilidades e trabalhar juntos para construir um ambiente digital confiável que atenda aos desafios de hoje e de amanhã", explica Ken Hu.

A iniciativa surge em um momento em que a Huawei continua a enfrentar restrições em suas operações — a maioria delas impostas pelos Estados Unidos. Em maio deste ano, a companhia escreveu uma carta aberta ao presidente Joe Biden, assegurando que seus produtos são seguros e não podem ser usados para iniciar ataques cibernéticos ao país, tampouco fornecer dados sensíveis ao governo de Pequim.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos