Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.249,73
    +1.405,98 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.828,13
    +270,48 (+0,53%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,51
    -0,05 (-0,07%)
     
  • OURO

    1.775,00
    -3,20 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    40.610,98
    -2.868,56 (-6,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.016,33
    -47,52 (-4,47%)
     
  • S&P500

    4.354,19
    -3,54 (-0,08%)
     
  • DOW JONES

    33.919,84
    -50,63 (-0,15%)
     
  • FTSE

    6.980,98
    +77,07 (+1,12%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.839,71
    -660,34 (-2,17%)
     
  • NASDAQ

    14.994,25
    -29,75 (-0,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1778
    -0,0669 (-1,07%)
     

Huawei some da lista de 5 maiores fabricantes de celulares da China

·3 minuto de leitura

Um novo relatório publicado pela IDC sugere que a Huawei teve uma queda em sua participação no mercado de celulares e, agora, não faz mais parte da lista de cinco maiores fabricantes de smartphones em seu país de origem, a China. A pesquisa, que se refere aos dados para o segundo trimestre de 2021, aponta que a companhia deixou a liderança e agora não aparece mais no top-5 da região.

A pesquisa realizada e publicada pela IDC aponta que a nova líder do mercado de smartphones na China é a Vivo — empresa que pertence ao grupo BBK, ao lado da OPPO, Realme e OnePlus —, com participação de 23,8% nas vendas de celulares no país. Ela é seguida pela “irmã” OPPO, com 21,1% e o pódio é completado com a concorrente Xiaomi, com 17,2%.

(Imagem: Divulgação/Huawei)
(Imagem: Divulgação/Huawei)

A Apple — única empresa de fora da China a aparecer no top 5 — fica com a quarta posição, com participação de 10,9%. Por fim, o quinto lugar é representado pela Honor, ex-subsidiária da Huawei, que agora opera de forma independente e conta com uma fatia de 8,9% do mercado.

Fabricante

2º trimestre de 2021 - Vendas

2º trimestre de 2021 - Participação

2º trimestre de 2020 - Vendas

2º trimestre de 2020 - Participação

Evolução ano a ano

Vivo

18,6 milhões

23,8%

15 milhões

17,1 milhões

23,6%

Oppo

16,5 milhões

21,1%

14,1 milhões

16%

17,3%

Xiaomi

13,4 milhões

17,2%

9,1 milhões

10,4%

47%

Apple

8,6 milhões

10,9%

7,3 milhões

8,3%

17%

Honor

6,9 milhões

8,9%

12,9 milhões

14,7%

-46%

Outros

14,1 milhões

18,1%

29,4 milhões

33,5%

-51,9%

Total

78,1 milhões

100%

87,8 milhões

100%

-11%

É importante notar que as quatro primeiras empresas registraram crescimento no período, enquanto a Honor é a única nomeada que teve queda na participação e fechou o semestre com -46% de participação no mercado. Isso pode ser justificado pelo fato de a marca ter vendido metade das unidades de celulares fabricados no ano passado, ao passo que as demais apresentaram novos produtos ao mercado.

A Huawei, agora, faz parte do grupo destacado como “Outros” no final da tabela e a fabricante pode ser a principal responsável pela queda de 51,9% de participação do grupo no mercado de celulares na China.

Huawei também não está entre as cinco maiores fabricantes no mercado global

Além do relatório publicado pela IDC, uma pesquisa da Canalys também revelou que a fabricante já não faz parte do top 5 das maiores fabricantes de celulares no mundo. Na lista também é possível destacar a ascensão da Xiaomi, que tomou o lugar da Apple no segundo lugar.

Série Huawei P50 pode dar novo fôlego à marca (Imagem: Divugação/Huawei)
Série Huawei P50 pode dar novo fôlego à marca (Imagem: Divugação/Huawei)

É válido lembrar, porém, que a Huawei irá apresentar nesta quinta-feira (29) uma nova linha de smartphones. A série Huawei P50 deve contar com três variantes (Huawei P50, Huawei P50 Pro e Huawei P50 Pro Plus) e pode chegar como um fio de esperança para a fabricante recuperar o prestígio, pelo menos em seu país de origem.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos