Mercado fechará em 5 h 6 min
  • BOVESPA

    103.196,27
    -517,18 (-0,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.443,49
    +244,55 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    75,08
    +0,71 (+0,95%)
     
  • OURO

    1.996,30
    -1,40 (-0,07%)
     
  • Bitcoin USD

    28.639,90
    +241,28 (+0,85%)
     
  • CMC Crypto 200

    626,46
    +12,26 (+2,00%)
     
  • S&P500

    4.073,35
    +22,52 (+0,56%)
     
  • DOW JONES

    33.022,12
    +163,09 (+0,50%)
     
  • FTSE

    7.640,56
    +20,13 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    20.400,11
    +90,98 (+0,45%)
     
  • NIKKEI

    28.041,48
    +258,55 (+0,93%)
     
  • NASDAQ

    13.183,25
    +101,25 (+0,77%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5172
    -0,0384 (-0,69%)
     

HSBC resgata braço britânico do Silicon Valley Bank

Por Iain Withers e William Schomberg

LONDRES (Reuters) - O HSBC anunciou nesta segunda-feira a compra do braço do Silicon Valley Bank no Reino Unido pelo valor simbólico de 1 libra, após o colapso do banco norte-americano especializado em financiamento para startups de tecnologia.

O negócio ocorreu depois que autoridades norte-americanas agiram no domingo para garantir depósitos e reduzir o contágio da crise no SVB.

Mas uma queda global nas ações do setor bancário continua nesta segunda-feira, com o índice de bancos europeus perdendo até 6%. Às 8h46 (horário de Brasília), o indicador perdia 5% e as ações do HSBC recuavam 3,3%.

O resgate do SVB UK foi bem recebido pelo governo britânico, reguladores e start-ups de tecnologia, que disseram que o negócio permite que os clientes possam fazer transações bancárias normalmente.

"O HSBC é o maior banco da Europa e os clientes do SVB UK devem sentir-se tranqüilizados pela força, segurança e proteção que eles trazem", disse o ministro das Finanças da Grã-Bretanha, Jeremy Hunt.

"Fomos confrontados com uma situação em que poderíamos ter visto algumas de nossas empresas mais importantes - nossas mais estratégicas empresas - exterminadas, e isso teria sido extremamente perigoso", disse Hunt a jornalistas.

Questionado sobre o papel de cavaleiro branco do HSBC, Hunt disse que sua prioridade era evitar uso do dinheiro dos contribuintes britânicos.

O Banco da Inglaterra disse que organizou a venda para sustentar a confiança no sistema financeiro e minimizar qualquer consequências para as empresas britânicas de tecnologia.

A autoridade monetária disse que os depósitos no SVB UK estão seguros como resultado da venda e que o sistema bancário mais amplo está seguro.

"Esta aquisição faz sentido estratégico excelente para nossos negócios no Reino Unido", disse o presidente-executivo do HSBC, Noel Quinn, em comunicado.

O SVB UK tem empréstimos de cerca de 5,5 bilhões de libras e depósitos de cerca de 6,7 bilhões, disse o HSBC, acrescentando que a aquisição já foi concluída. O Banco da Inglaterra disse que o SVB UK tinha um balanço total de cerca de 8,8 bilhões de libras.

Ao contrário dos Estados Unidos, a Grã-Bretanha não anunciou medidas de liquidez para o sistema bancário.

Dezenas de empresas britânicas listadas emitiram declarações nesta segunda-feira sobre sua exposição ao SVB UK, buscando tranquilizar investidores - ou em alguns casos alertá-los.