Mercado abrirá em 5 h 20 min
  • BOVESPA

    119.371,48
    -690,52 (-0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.092,31
    +224,69 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    62,05
    +0,62 (+1,01%)
     
  • OURO

    1.782,60
    +0,60 (+0,03%)
     
  • BTC-USD

    48.113,32
    -6.380,04 (-11,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.091,76
    -151,30 (-12,17%)
     
  • S&P500

    4.134,98
    -38,44 (-0,92%)
     
  • DOW JONES

    33.815,90
    -321,41 (-0,94%)
     
  • FTSE

    6.917,61
    -20,63 (-0,30%)
     
  • HANG SENG

    28.978,78
    +223,44 (+0,78%)
     
  • NIKKEI

    29.020,63
    -167,54 (-0,57%)
     
  • NASDAQ

    13.761,00
    +10,75 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5540
    +0,0124 (+0,19%)
     

HSBC cogita descartar clientes para atender metas climáticas

Harry Wilson e Alastair Marsh
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- O HSBC Holdings pode dispensar clientes corporativos que não estão fazendo o suficiente para melhorar suas credenciais verdes, alertou o banco.

O maior banco da Europa disse que, embora trabalhe com os clientes para ajudá-los a se tornarem empresas de baixo carbono, iria “prever situações em que o HSBC reduz e, em última instância, termina relacionamentos com certos clientes que não se alinham com os objetivos do Acordo de Paris”, segundo documento publicado antes da assembleia anual de acionistas da empresa em maio.

O HSBC disse que começaria este ano avaliando seus clientes de petróleo e gás ao lado de clientes de serviços públicos, antes de estender o trabalho para empresas automotivas e de materiais de construção no próximo ano. Clientes que não atenderem ao padrão do banco poderão ser cortados.

Este mês, o HSBC se esquivou de uma discussão pública com alguns investidores sobre sua política de mudança climática, depois de definir novos compromissos para reduzir seu apoio ao carvão, com uma “ênfase em como ajudará seus clientes em suas próprias jornadas de transição”. O grupo é um dos maiores apoiadores mundiais de combustíveis fósseis.

Os bancos reduziram, no ano passado, o financiamento geral de empresas de petróleo, gás e carvão em quase 9%, segundo dados publicados na quarta-feira pela Rainforest Action Network. As instituições ofereceram mais de US$ 3,8 trilhões em financiamento de combustível fóssil desde a assinatura do Acordo de Paris de 2015, embora a organização sem fins lucrativos tenha dito que a pandemia deu aos bancos a oportunidade de realizarem mudanças duradouras.

O HSBC prometeu alcançar portfólio de clientes zero carbono até 2050 e disse que fornecerá até US$ 1 trilhão em financiamento na próxima década para ajudá-los a reduzir suas emissões.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.