Mercado fechará em 2 h 10 min

HQ mostra uma nova fraqueza do Superman que o torna… "burro"

Claudio Yuge
·2 minuto de leitura

Todo mundo sabe que o Superman é vulnerável a kryptonita, rocha que faz parte de seu planeta natal. Já os mais chegados às revistas em quadrinhos conhecem seu ponto fraco à magia ou a determinados tipos de radiação de diferentes sóis. E, nesta semana, o roteirista Brian Michael Bendis acrescentou uma nova fraqueza, que, desta vez, o torna, digamos, menos inteligente.

Atenção para spoilers de Superman #27

A novidade é revelada em Superman #27, lançado nesta quarta-feira (11), durante a luta do Homem de Aço com o alienígena Synmar. Ao longo da batalha, Superman tenta entender melhor as motivações de seu oponente e se convida para ir até seu planeta de origem. Ao chegar na localidade, Superman fica preso na órbita de um sol laranja.

<em>Imagem: Reprodução/DC Comics</em>
Imagem: Reprodução/DC Comics

É aí que o kryptoniano começa a sentir as consequências disso, ao perder a noção do que está acontecendo e até mesmo de raciocinar adequadamente. Normalmente, sóis com cores diferentes do amarelo têm algum tipo de efeito físico no Superman, mas esta é a primeira vez que o efeito colateral é mental. Ainda veremos as extensões dessa trama, mas já tem gente comparando essa versão do Homem de Aço com um certo Gigante Esmeralda que diz “Hulk esmaga homenzinho”.

Outras radiações

O Superman já se deparou com outros tipos de radiações debilitantes de sóis de cores diferentes do amarelo. Aliás, em Action Comics #289, de 1962, ele se deparou com um sol laranja, que, na ocasião, não o afetou. Mas como essa trama envolve um casamento com uma versão mais velha de sua prima Supergirl, é bem possível que essa história não seja canônica.

A radiação solar que mais costuma afetá-lo é a vermelha, de seu mundo natal, que, basicamente, o deixa sem poderes, como um humano comum. Algo semelhante acontece com a verde. Já a azul, descoberta nas últimas décadas, confere poderes extras.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: