Mercado fechará em 3 h 32 min
  • BOVESPA

    110.978,89
    +2.085,57 (+1,92%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.476,91
    +698,04 (+1,67%)
     
  • PETROLEO CRU

    44,80
    -0,54 (-1,19%)
     
  • OURO

    1.812,60
    +31,70 (+1,78%)
     
  • BTC-USD

    19.340,40
    -59,37 (-0,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    380,27
    +0,41 (+0,11%)
     
  • S&P500

    3.673,56
    +51,93 (+1,43%)
     
  • DOW JONES

    30.054,02
    +415,38 (+1,40%)
     
  • FTSE

    6.382,58
    +116,39 (+1,86%)
     
  • HANG SENG

    26.567,68
    +226,19 (+0,86%)
     
  • NIKKEI

    26.787,54
    +353,92 (+1,34%)
     
  • NASDAQ

    12.420,00
    +143,00 (+1,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3169
    -0,0443 (-0,70%)
     

Hope Mars: Emirados Árabes adiam missão a Marte para o dia 17 de julho

Daniele Cavalcante
·5 minuto de leitura

[ATUALIZAÇÃO - 14/07]: Na manhã desta terça-feira, os Emirados Árabes Unidos anunciaram que o lançamento da missão Hope Mars, que aconteceria no final desta tarde, precisou ser adiado devido ao mau tempo que surgiu neste dia. A nova data para o lançamento foi definida para a sexta-feira, 17 de julho, às 17h43 (horário de Brasília). Abaixo, você confere a matéria original na íntegra:

Nos últimos seis anos, os Emirados Árabes Unidos trabalharam no desenvolvimento de uma nave espacial com o objetivo de estudar a atmosfera e o clima de Marte. Agora, finalmente a missão Hope Mars está pronta para decolar. Na terça-feira (14), o foguete japonês H-IIA será lançado, levando consigo a sonda orbital, que deve chegar ao Planeta Vermelho em fevereiro de 2021.

Depois que chegar, a Hope Mars tentará entrar na órbita ao redor do Planeta Vermelho, algo que apenas quatro organizações espaciais do mundo já foram capazes de fazer. Sem dúvidas um marco histórico para o país da península Arábica, que encara essa missão como um incentivo à ciência e uma mensagem de esperança ao mundo árabe.

Com o lançamento tão próximo, a equipe experimenta uma mistura de emoções. Afinal, foram seis anos de trabalho duro e grandes expectativas, e agora tudo será colocado à prova durante os poucos minutos de lançamento. "Pessoalmente, não posso descrevê-los no momento", diz Al Amiri, ministro de Estado das Ciências Avançadas nos Emirados Árabes Unidos sobre os sentimentos da equipe. “Talvez se nos perguntar depois do lançamento”.

Sobre a Hope Mars

 Foto: Emirates Mars Mission
Foto: Emirates Mars Mission

Um dos principais objetivos da Hope Mars é "acelerar o desenvolvimento de nosso setor acadêmico", nas palavras de Omran Sharaf, líder da missão que também faz parte da celebração do 50º aniversário dos Emirados Árabes Unidos. Daí vem o nome da sonda e da missão: “Hope” ou “Al-Amal”, pois a meta é enviar uma mensagem de otimismo a milhões de árabes em todo o mundo e incentiva-los a inovar.

Uma das maiores motivações para a missão Hope foi inspirar os adolescentes dos Emirados a entrar nos campos de STEM (sigla em inglês para Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática) e tornar os cientistas espaciais dos Emirados Árabes Unidos grandes modelos para crianças. Até agora, a missão tem tido sucesso desse objetivo, e Sharaf diz que mais estudantes estão entrando nos campos STEM do que nunca.

“Vimos estudantes mudando de relações internacionais e finanças, entrando em ciências; vimos universidades que não tinham nenhum programa científico, iniciando programas científicos por causa da missão”, afirma Sharaf. “Portanto, esse efeito cascata e o impacto da missão foram realmente algo que podemos ver e é tangível”.

Outro objetivo era “garantir que a ciência desta missão fosse complementar a outras missões”, de acordo com Sarah Verg Yousif Al Amiri, ministra de Estado para Ciências Avançadas dos Emirados Árabes Unidos. A equipe queria coletar dados que possam ajudar a responder perguntas científicas sobre Marte, que foram deixadas sem resposta por missões anteriores. Por isso, todos os dados obtidos pela Hope serão disponibilizados para 200 universidades e institutos de pesquisa em todo o mundo.

Isso será de grande valor, pois a maioria das naves espaciais enviadas para estudar Marte tem a tarefa de analisar a geologia do planeta. Apenas alguns poucos satélites estão equipados com ferramentas para estudar a atmosfera marciana, mas nenhuma missão conseguiu obter uma visão global da atmosfera mais próxima da superfície. E é justamente isso o que a Hope fará: obter uma melhor compreensão do que está acontecendo na baixa atmosfera de todo o Planeta Vermelho.

Um satélite meteorológico para Marte

Foto: Emirates Mars Mission
Foto: Emirates Mars Mission

Os Emirados Árabes Unidos estão chamando o Hope de “o primeiro satélite meteorológico de Marte”, pois eles deverão monitorar o clima ao longo do dia em todos os locais possíveis de Marte. Além da melhor compreensão sobre o passado do planeta, os cientistas também poderão obter mais informações sobre as tempestades de poeira globais que às vezes acontecem por lá, conhecidas como “dust devil”.

Com seus três instrumentos científicos desenvolvidos para estudar a atmosfera, o clima e o tempo do planeta, a Hope fará observações que também podem dizer mais sobre a transição de Marte de um mundo quente e úmido para o planeta frio e deserto de hoje. Dois desses instrumentos analisarão o planeta em luz infravermelha e ultravioleta, enquanto o último é um gerador de imagens, que fará fotografias na luz visível em cores.

Com órbita altamente elíptica ao redor do Planeta Vermelho, a sonda se aproximará da superfície a cada 55 horas, permitindo que o veículo observe as mesmas partes do planeta em diferentes momentos do dia marciano. Assim, a equipe poderá acompanhar o ciclo dia-noite do planeta, durante o ano inteiro. A equipe dos Emirados Árabes Unidos espera poder anunciar os primeiros resultados científicos a tempo do 50º aniversário do país, em dezembro.

Assista ao lançamento da Hope Mars

O foguete H-IIA da Mitsubishi Industries será lançado na terça-feira, dia 14, às 17h51 (horário de Brasília). Você poderá acompanhar tudo pela internet, e recomendamos que o faça através da transmissão ao vivo do Mensageiro Sideral no YouTube. Para não perder o horário, acesse o vídeo abaixo e selecione a opção “Definir Lembrete”. A transmissão começa às 17h30, e você pode acompanhá-la pelo vídeo abaixo:

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: