Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.829,27
    +902,98 (+0,92%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.771,12
    -56,78 (-0,11%)
     
  • PETROLEO CRU

    69,20
    -0,76 (-1,09%)
     
  • OURO

    1.981,00
    -14,90 (-0,75%)
     
  • Bitcoin USD

    27.818,15
    +306,83 (+1,12%)
     
  • CMC Crypto 200

    597,33
    -21,06 (-3,41%)
     
  • S&P500

    3.970,99
    +22,27 (+0,56%)
     
  • DOW JONES

    32.237,53
    +132,33 (+0,41%)
     
  • FTSE

    7.405,45
    -94,15 (-1,26%)
     
  • HANG SENG

    19.915,68
    -133,92 (-0,67%)
     
  • NIKKEI

    27.385,25
    -34,35 (-0,13%)
     
  • NASDAQ

    12.922,75
    +68,75 (+0,53%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6448
    -0,0852 (-1,49%)
     

Honor Magic Vs ganha versão global na MWC 2023

Depois de uma série de teasers e até um vídeo especial de desmanche para destacar os avanços da dobradiça, a Honor disponibilizou no mercado global o Honor Magic Vs, seu segundo celular dobrável e o primeiro aparelho da categoria a estrear internacionalmente para disputar com o Galaxy Z Fold 4 da Samsung. Chegando cerca de 3 meses após o lançamento chinês, o modelo global traz algumas mudanças bem-vindas frente à versão asiática, como o Android atualizado de fábrica, junto a alguns cortes curiosos.

O aparelho estreante vem embarcado com uma ficha técnica potente, ainda que um tanto desatualizada, liderada pelo chipset Snapdragon 8 Plus Gen 1. As configurações de memória representam a primeira diferença para o modelo chinês: há apenas uma variante, com 12 GB de RAM e 512 GB de armazenamento. Não há expansão via cartões Micro SD, mas a Honor adicionou para o aparelho internacional um eSIM, tecnologia que deve se popularizar após seu uso obrigatório no iPhone 14 em algumas regiões.

Um dos pontos fortes do dispositivo são as telas: o painel OLED externo tem uma proporção muito mais próxima de um celular tradicional, de 21,3:9, embarcando resolução Full HD+ de 2560 x 1080 pixels, taxa de atualização de 120 Hz e HDR10+ com pico de brilho de 1.200 nits, além de 1.920 Hz de PWM dimming, garantindo maior conforto ocular quando o brilho é reduzido em ambientes escuros.

O Honor Magic Vs é o primeiro grande rival do Galaxy Z Fold 4 a chegar ao mercado internacional, em versão única com 12 GB de RAM e 512 GB de armazenamento (Imagem: Reprodução/Honor)
O Honor Magic Vs é o primeiro grande rival do Galaxy Z Fold 4 a chegar ao mercado internacional, em versão única com 12 GB de RAM e 512 GB de armazenamento (Imagem: Reprodução/Honor)

Já o painel OLED dobrável possui 7,9 polegadas, proporção 10,3:9 e resolução de 2272 x 1984 pixels, com taxa de atualização curiosamente mais modesta de 90 Hz. Também há PWM dimming de 1.920 Hz, bem como HDR10+, mas com pico de brilho de 800 nits. É nesse painel onde está o maior diferencial do telefone: a dobradiça, uma das mais simples do mercado, garante maior durabilidade e facilidade na montagem.

Nela, há apenas 4 peças principais, onde as inúmeras engrenagens se encaixam para permitir a movimentação do dispositivo. O mecanismo também reduz o vinco na tela ao armazená-la em formato de gota, em vez de uma dobra mais agressiva. Outras consequências bem-vindas são a espessura menor que a de concorrentes, especialmente o Galaxy Z Fold 4, durabilidade duas vezes maior com suporte a até 400 mil dobras e ausência de espaços entre as metades quando o dobrável está fechado.

Além de se destacar pela maior bateria em um dobrável e a dobradiça com apenas 4 partes principais, o Magic Vs global traz espessura de 12,9 mm e Android 13 de fábrica (Imagem: Divulgação/Honor)
Além de se destacar pela maior bateria em um dobrável e a dobradiça com apenas 4 partes principais, o Magic Vs global traz espessura de 12,9 mm e Android 13 de fábrica (Imagem: Divulgação/Honor)

Para as câmeras, o Honor Magic Vs oferece um conjunto encorpado de lentes, que não necessariamente se destacam, mas prometem boa qualidade de imagem. Há duas câmeras frontais de 16 MP, uma em cada tela, acompanhadas de um sensor principal Sony IMX800 de 54MP, ultrawide de 50 MP e telefoto de 8 MP com estabilização óptica de imagem (OIS) e zoom óptico de 3x. Em contrapartida, na bateria, o dobrável supera novamente os rivais com um grande tanque de 5.000 mAh.

Essa é a maior capacidade disponível em um aparelho da categoria no momento, sendo apoiada ainda por carregamento rápido de 66 W. Apesar disso, não há carregamento sem fio, ponto em que o concorrente da Samsung acaba abrindo vantagem. Outras especificações incluem ainda conectividade 5G, Wi-Fi 6, Bluetooth 5.2, porta USB 3.1 Gen 1 (5 Gbps), chip de segurança dedicado e leitor de digitais integrado ao botão de energia na lateral.

Completam a ficha técnica as duas últimas mudanças do modelo global frente ao chinês, começando pela ausência de suporte à Magic Pen, a caneta stylus da Honor vendida na Ásia. A companhia não deixou claro o motivo desse recurso ter sido removido, considerando seu potencial de rivalizar com a S Pen do Galaxy Z Fold 4, ainda mais quando tudo indica se tratar de uma limitação comercial, e não técnica.

Felizmente, a outra modificação é positiva: o Magic Vs internacional sai de fábrica com Android 13, rodando sob a nova interface MagicOS 7.1, contra Android 12 e MagicOS 7.0 da variante chinesa, o que abre margem para um período mais longo de suporte de software.

Preço e disponibilidade

Disponível nas cores ciano e preto — o modelo especial em laranja com tecido que imita couro não foi trazido ao mercado global —, o Honor Magic Vs chega às lojas europeias nos próximos dias, com preço sugerido de 1.599 euros, ou cerca de R$ 8.815 em conversão direta e sem impostos. O aparelho não deve ser lançado oficialmente no Brasil.

Honor Magic Vs (global): ficha técnica

  • Tela externa: OLED de 6,45 polegadas, resolução de 2560 x 1080 pixels, taxa de atualização de 120 Hz, PWM dimming de 1.920 Hz, HDR10+, profundidade de cor de 10-bit, pico de brilho de 1.200 nits

  • Tela interna: OLED dobrável de 7,9 polegadas, resolução de 2272 x 1984 pixels, taxa de atualização de 90 Hz, PWM dimming de 1.920 Hz, HDR10+, profundidade de cor de 10-bit, pico de brilho de 800 nits

  • Chipset: Qualcomm Snapdragon 8 Plus Gen 1

  • Memória RAM: 12 GB

  • Armazenamento interno: 512 GB

  • Câmera traseira: 54 MP (Principal, Sony IMX800, f/1.9) + 50 MP (Ultrawide, f/2.0, 122°) + 8 MP (Telefoto, f/2.4, zoom óptico de 3x, OIS)

  • Câmera frontal: 16 MP (f/2.45)

  • Bateria: 5.000 mAh com carregamento rápido de 66 W

  • Dimensões: 160,3 x 72,6 x 12,9 mm dobrado; 160,3 x 141,5 x 6,1 mm aberto

  • Extras: 5G, Wi-Fi 6, Bluetooth 5.2, USB-C 3.1 Gen1 (5 Gbps), chip de segurança dedicado, leitor de digitais na lateral, eSIM

  • Cores disponíveis: ciano e preto

  • Sistema operacional: Android 13, sob a interface MagicOS 7.1

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: