Mercado abrirá em 9 h 54 min
  • BOVESPA

    128.767,45
    -497,51 (-0,38%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.129,88
    -185,81 (-0,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,08
    +0,02 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.781,90
    +4,50 (+0,25%)
     
  • BTC-USD

    33.725,55
    +932,03 (+2,84%)
     
  • CMC Crypto 200

    807,53
    +13,20 (+1,66%)
     
  • S&P500

    4.246,44
    +21,65 (+0,51%)
     
  • DOW JONES

    33.945,58
    +68,61 (+0,20%)
     
  • FTSE

    7.090,01
    +27,72 (+0,39%)
     
  • HANG SENG

    28.579,21
    +269,45 (+0,95%)
     
  • NIKKEI

    28.916,68
    +32,55 (+0,11%)
     
  • NASDAQ

    14.292,50
    +34,25 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9128
    -0,0070 (-0,12%)
     

Honor confirma que voltará a utilizar serviços Google em futuros celulares

·3 minuto de leitura

A Honor virou o centro das atenções nos últimos dias desde que confirmou a nova linha Honor 50, próxima família de celulares high-end da marca, além de revelar o retorno do acordo com a Qualcomm para uso de processadores Snapdragon. O modelo mais básico da série adotará o recém-anunciado Snapdragon 778G, chip que promete entregar recursos de topos de linha a preços mais acessíveis.

A chinesa anunciou ainda que um novo Honor Magic, modelo premium da fabricante, está sendo preparado e chegará ao mercado com Snapdragon 888. A proximidade com a Qualcomm levantou suspeitas sobre possíveis parcerias com outras empresas norte-americanas, como a Google, agora que a Honor é independente e está livre das restrições impostas pelos EUA à Huawei.

De maneira inesperada, a divisão alemã da empresa acabou confirmando o que muitos aguardavam, em resposta a um usuário no Twitter. A publicação já foi removida, o que indica que a novidade estava sendo planejada como uma surpresa, a ser anunciada em breve.

Honor volta a utilizar serviços Google

Na postagem que confirma o uso do Snapdragon 778G no novo Honor 50, um usuário questiona se a novidade sairá de fábrica com o Google Play Services. O perfil da fabricante confirma a notícia, e destaca se tratar de uma surpresa. A exclusão da publicação sugere que a Honor Alemanha revelou a informação cedo demais, com uma confirmação completa devendo acontecer no próximo mês.

Em publicação já removida, a Honor Alemanha confirma o retorno do Google Play Services (Imagem: Reprodução/Gizchina)
Em publicação já removida, a Honor Alemanha confirma o retorno do Google Play Services (Imagem: Reprodução/Gizchina)

A novidade é muito bem-vinda, e pode abrir portas para a Honor no Ocidente. A ausência dos serviços Google é um dos principais fatores pelos quais a Huawei perdeu drasticamente participação no mercado, tendo smartphones basicamente limitados a alguns países asiáticos. Também foi confirmado que a MagicUI, interface personalizada do Android usada nos celulares da marca, retornará, com alguns truques novos.

Honor 50 chega no próximo mês "atropelando" a Huawei

De acordo com o CEO da Honor, Zhao Ming, diversos anúncios serão feitos nos próximos dois meses, e acredita-se que o Honor Magic e a família Honor 50 estejam entre eles. Linha de alto desempenho da marca, a série Honor 50 deve chegar ao mercado em três modelos, sendo um básico com Snapdragon 778G, uma versão Pro com Snapdragon 870 e uma Pro+ com Snapdragon 888.

O Honor 50 deve contar com design idêntico ao Huawei P50, mas tendo como diferenciais os chips Snapdragon e os serviços Google (Imagem: Reprodução/Weibo)
O Honor 50 deve contar com design idêntico ao Huawei P50, mas tendo como diferenciais os chips Snapdragon e os serviços Google (Imagem: Reprodução/Weibo)

Contando com design idêntico ao do especulado Huawei P50, o novo telefone da Honor "atropelaria" o dispositivo da ex-companhia-mãe não apenas por compartilhar o mesmo visual, que se destaca pelo módulo de câmeras com dois enormes círculos para abrigar os sensores, como também pelo diferencial de contar com chips Snapdragon e integração ao Google Play Services.

Outras especificações também serão de respeito, e podem incluir tela AMOLED com alta taxa de atualização, câmeras de 50 MP e carregamento rápido de 66 W e 100 W, a depender do modelo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos