Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.259,49
    -831,51 (-0,64%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.579,10
    -329,10 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.820,40
    -41,00 (-2,20%)
     
  • BTC-USD

    38.205,68
    -2.129,61 (-5,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    961,10
    -31,37 (-3,16%)
     
  • S&P500

    4.223,70
    -22,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.033,67
    -265,63 (-0,77%)
     
  • FTSE

    7.184,95
    +12,47 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    28.436,84
    -201,66 (-0,70%)
     
  • NIKKEI

    29.291,01
    -150,29 (-0,51%)
     
  • NASDAQ

    13.905,50
    -75,75 (-0,54%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0610
    -0,0010 (-0,02%)
     

Honor 50 pode ser primeiro celular do mercado com chipset Snapdragon 775G

·2 minuto de leitura

Apesar de já ser independente, a Honor ainda sofre fortes influência de sua antiga companhia-mãe, a Huawei. A fabricante lançou na semana passada o Pad X7, tablet de entrada com serviços Huawei, e estaria trabalhando em sua primeira linha de flagships, a família Honor 50, com visual praticamente idêntico ao que se espera do Huawei P50, tendo o módulo de câmeras com dois grandes círculos como destaque.

Ainda assim, a Honor tem uma vantagem frente à Huawei: a permissão de negociar com grandes empresas dos EUA, como Google e Intel. Essa liberdade deve render frutos já nas próximas semanas, como indica um novo rumor publicado hoje (17). Ao que parece, a linha Honor 50 estreará uma novidade ainda não anunciada da Qualcomm.

Honor 50 pode ser primeiro com Snapdragon 775G

De acordo com o leaker Digital Chat Station, que conta com um bom histórico de vazamentos, o Honor 50 será o primeiro smartphone do mercado a vir equipado com o chipset Snapdragon 775G. Com número de modelo SM7325, a nova solução da Qualcomm seria baseada no Snapdragon 780G, revelado em março como sucessor do popular Snapdragon 765G.

O Snapdragon 775G seria uma versão mais modesta do Snapdragon 780G, com clocks mais baixos e GPU mais simples (Imagem: Divulgação/Qualcomm)
O Snapdragon 775G seria uma versão mais modesta do Snapdragon 780G, com clocks mais baixos e GPU mais simples (Imagem: Divulgação/Qualcomm)

A novidade deve manter especificações semelhantes à do 780G, incluindo os novos núcleos Cortex-A78 de alto desempenho, mas oferecer clocks mais baixos. Fora isso, o Snapdragon 775G também substituiria a GPU Adreno 642 pela Adreno 640, mesma utilizada no Snapdragon 855, chip topo de linha da empresa em 2019.

Apesar de não haver detalhes a respeito, há ainda grandes chances de que o Honor 50 venha munido dos Google Play Services, considerando o uso do novo chipset da Qualcomm. A fabricante chinesa estava em negociações com a Google, mas não se sabe se as duas companhias estabeleceram de fato um contrato.

Linha Honor 50 tem chips Qualcomm e recarga de até 100 W

Com exceção do visual baseado na linha Huawei P50, ainda há poucas informações sobre a família Honor 50. Espera-se que a empresa anuncie três modelos, todos equipados com chips Qualcomm. Além do modelo tradicional, com Snapdragon 775G, chegariam ao mercado o Honor 50 Pro, com Snapdragon 870, e o flagship Honor 50 Pro+, com Snapdragon 888.

A linha Honor 50 traria o mesmo design esperado para ser empregado na série Huawei P50 (Imagem: Reprodução/Weibo)
A linha Honor 50 traria o mesmo design esperado para ser empregado na série Huawei P50 (Imagem: Reprodução/Weibo)

No mais, o design não seria o único aspecto a ser herdado da Huawei — o carregamento rápido dos modelos mais simples utilizaria tecnologia da gigante chinesa, apresentando potência de 66 W. Enquanto isso, a variante mais poderosa estrearia o sistema de recarga proprietário da Honor, cotado para chegar aos 100 W de potência. A família Honor 50 está prevista para ser anunciada em junho, com possível lançamento em julho.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: